Empréstimo imediato Caixa sem consulta ao SPC e Serasa

Com taxas de juros abaixo do valor de mercado, contratações são isentas de análise aos órgãos de proteção ao crédito.

Quando o assunto são as linhas de crédito, a gente logo pensa em burocracia, consulta ao SPC e Serasa e análise de renda. Porém, nem tudo é desgosto. No caso dos empréstimos, por exemplo, algumas empresas têm optado pela liberação de limite aprovado e sem muita restrição.

É o caso da Caixa Econômica Federal. Com um serviço que oferece taxas de juros mais baixas que as convencionais de mercado, a estatal aposta no serviço com quase zero burocracia: o de Penhor. Sem necessidade de avalista ou análise cadastral, o consumidor pode sair com o dinheiro na hora da contratação.

Penhor Caixa

A modalidade de empréstimo da estatal tem como diferencial a redução nas taxas e conta com burocracia quase zero. O solicitante oferece um item de valor considerável, normalmente uma joia, e em troca recebe uma determinada quantia em dinheiro.

O processo é chamado de empenhar, ou seja, deixar algo como garantia na hora de pegar um empréstimo. Nesse caso, o solicitante só poderá reaver o item caso pague todas as parcelas com juros embutidos e dentro do prazo determinado na contratação.

Nas novas regras para o penhor está o aumento na grama do ouro, com cotação atual de R$ 209,25. O valor “emprestado” pela Caixa é de até 85% do valor de avaliação do bem, com limite mínimo de R$ 50 e máximo de R$ 50 mil.

Ressalva: clientes com conta salário ativa na instituição têm a possibilidade de conseguir em até 100% o valor do item penhorado em crédito.

Quais itens são aceitos?

Podem ser penhorados alianças, jóias de família, correntes de ouro, relógios, diamantes, pratarias, canetas de valor, entre outros.

Qual a taxa de juro cobrada?

Com valores bem menores que o oferecido no mercado, as taxas de juros para a modalidade de Penhor chegam a 2,25% ao mês. No entanto, esse número pode ser ainda menor para os casos de “micropenhor”, que é quando o cliente não possui conta corrente ou salário médio mensal. Nesse caso, o empréstimo fica limitado à quantia de R$ 1.000 e a taxa de juro fixada em 1,7%.

Saiba como solicitar o empréstimo com Penhor da Caixa

O primeiro passo para a contratação está na localização de uma agência Caixa. Por se tratar de uma avaliação, a pessoa precisa comparecer à uma das filiais portando o item a ser penhorado. Confira qual a agência mais próxima clicando aqui.

É necessária a apresentação de documentos pessoais como RG, CPF e comprovante de residência. A avaliação dos objetos será feita por um funcionário especializado da Caixa, responsável por determinar o valor do empenho.

Com um posicionamento e oferta aceitos por ambas as partes, o solicitante recebe o dinheiro na hora. O prazo para pagamento pode ser renovado e, ao quitar todas as parcelas, os itens podem ser recuperados. Entretanto, em casos de atrasos e inadimplência, os bens são destinados aos leilões promovidos pela financeira.

Leia ainda: Rebel oferece empréstimo sem garantia, pela internet, que pode chegar a R$ 25 mil!

Voltar ao topo

Deixe um comentário