Confira quem já pode resgatar os saques do PIS/Pasep 2019-2020


Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 2,09 milhões de trabalhadores que ainda não sacaram o abono salarial PIS/Pasep terão uma nova oportunidade para pegar o dinheiro. Isso porque foi liberado R$ 1,3 bilhão em valores para o calendário 2019-2020, até então encerrado em 29 de maio 2020.

Em atendimento à resolução Codefat 838, de 24 de setembro de 2019, os remanescentes do último calendário, ou seja, que perdeu o prazo e não sacou a grana terá acesso ao benefício no calendário 2020/2021, atualmente em vigor.

Quem pode receber o benefício?

A reabertura do cronograma do abono salarial é para quem trabalhou no ano-base de 2018 por pelo menos trinta dias, mas perdeu a data de saque. Além disso, a pessoa precisa se enquadrar às outras regras do programa para se tornar um beneficiário. São elas:

Nova chance para sacar o PIS 2019-2020

Confira abaixo as datas do cronograma referente ao abono salarial 2019-2020, válido também para quem faz parte do calendário 2020-2021. Em ambos os casos, o dinheiro poderá ser retirado até o dia 30 de junho de 2021.

Os repasses tiveram início no dia 30 de junho para quem era correntista Caixa Econômica Federal nascido de julho a dezembro ou Banco do Brasil com inscrição final de servidor entre 0 e 4. Aos demais, os pagamentos tiveram início em 16 de julho. Confira o calendário completo:

PIS – pago pela Caixa Econômica Federal (CEF) a trabalhadores da iniciativa privada

Pasep – pago pelo Banco do Brasil (BB) a servidores públicos

Qual o valor do abono salarial?

O valor de pagamento do abono salarial varia de acordo com a quantidade de meses trabalhados no ano-base, podendo chegar a um salário mínimo. Confira abaixo quanto o trabalhador irá receber em 2020 :

Leia ainda: Tabela atualizada do PIS/Pasep paga de R$ 88 a R$ 1.045 em abono salarial


🕭 Receba Notificações

Leia mais