INSS aumenta limite do cartão de crédito para aposentados e pensionistas


Na última segunda-feira, 27, o Instituto do Seguro Social (INSS) anunciou três mudanças nas linhas de crédito para os aposentados e pensionistas em virtude da pandemia do novo coronavírus. Uma delas é referente ao aumento do limite do cartão de crédito para quem é segurado do instituto.

Antes, o beneficiário que solicitasse o serviço na forma de consignada teria como limite 1,40 do valor da renda mensal. Agora, ele é de 1,60. O intuito da simplificação de crédito busca oferecer mais facilidades ao grupo neste momento de instabilidade financeira.

Crédito para aposentados e pensionistas

Para saber de quanto será o aumento no cartão de crédito consignado, o segurado precisa apenas multiplicar o valor do benefício por 1,6. Observe o exemplo: se um beneficiário recebe R$ 1.045,00 (um salário mínimo) em folha, poderia ter como limite de crédito o equivalente a R$ 1.463,00.

Porém, com as alterações, o valor passa a ser de R$ 1.672,00 – um aumento de R$ 209,00. É importante destacar que esse cálculo é feito para saber qual o máximo de crédito disponível caso seja feita a adesão ao cartão de crédito nas condições de aposentado e pensionista do INSS.

Sobre a margem consignável, ela não pode ultrapassar 5% da renda mensal do beneficiário.

Novas regras do INSS

Outra mudança do INSS ligada ao crédito está no tempo de espera para realizar transações financeiras tendo o benefício como garantia. O prazo atual de 90 dias está suspenso durante o estado de calamidade pública. Agora, esse período é de apenas 30 dias.

A espera em conseguir crédito após se aposentar é uma garantia do instituto para que os abusos financeiros contra os recém-segurados, constantemente abordados com ofertas de bancos e financeiras, diminuam. Com a nova regra, quem se tornou aposentado ou pensionista recentemente e já aguardava o desbloqueio, também será beneficiado.

A terceira e última alteração tem a ver com o tempo de carência para o pagamento da primeira parcela de um empréstimo sob a condição de segurado. O prazo passa a ser de 90 dias. Isso permitirá uma maior organização financeira do beneficiário.

O encurtamento no prazo de desbloqueio e aumento no tempo de carência ficarão em vigor enquanto estiver decretado o estado de calamidade pública, ou seja, até 31 de dezembro deste ano. Já a mudança de ampliação no limite do cartão de crédito para aposentados e pensionistas valerá mesmo após encerradas as diretrizes de enfrentamento à pandemia.

Leia ainda: INSS divulga idade mínima para solicitar aposentadoria em 2020; Entenda as novas regras 


🕭 Receba Notificações

Leia mais