FGTS e PIS/Pasep pagam juntos até R$ 2.090 a trabalhadores; Veja quem pode sacar


Os calendários do abono salarial PIS/PasepFundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) começaram em junho para milhares de brasileiros. Os trabalhadores terão direito a retiradas de até um salário mínimo (R$ 1.045,00). Juntos, os benefícios, em seu valor máximo, podem chegar a quantia de R$ 2.090,00.

O abono é liberado para todos que trabalharam formalmente por pelo menos 30 dias em 2019. Correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, nascidos de julho a dezembro e com o final de inscrição do Pasep de 0 a 4, já tiveram o valor depositado na data de 30 de junho. Os demais beneficiários começaram a receber a partir de 16 de julho.

Quanto ao saque emergencial do FGTS, este começou a ser disponibilizado no dia 29 de junho. Inicialmente, os contemplados não podem realizar saques ou transferências para outras contas, ficando disponível apenas as movimentações digitais. A sistemática é a mesma adotada pelo auxílio emergencial de R$ 600,00.

Saque emergencial do FGTS de R$ 1.045

Como explicado anteriormente, o saque emergencial de até R$ 1.045,00 do FGTS foi autorizado pela Caixa em função da pandemia de Covid-19. Os depósitos tiveram início no dia 29 de junho e vão até 21 de setembro deste ano, seguindo a ordem de nascimento dos trabalhadores.

Contudo, aqueles que receberem as quantias devem aguardar semanas ou até meses para fazer o saque em espécie. Os saques em dinheiro e as transferências para demais contas ou bancos começaram a partir de 25 de julho. Até o momento, já foram pagos cinco lotes.

Tem direito ao saque emergencial os trabalhadores com contas, ativas ou inativas, no FGTS. O dia em que o dinheiro irá ser descontado na poupança digital terá como referência o mês de nascimento do beneficiário. Veja a seguir o calendário de pagamento do saque emergencial do FGTS de até R$ 1.045,00:

Abono salarial do PIS/Pasep

Segundo o Ministério da Economia, o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2019 iniciado em 30 de junho de 2020 segue até 30 de junho de 2021. O próximo lote de beneficiários, para os nascidos em fevereiro, será pago na data de 18 de agosto deste ano.

Aos colaboradores da iniciativa privada, que estejam associados ao Programa de Integração Social (PIS), o pagamento irá ocorrer no mês de aniversário. Já para os servidores públicos, vinculados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), a referência para data de pagamento é o último dígito do número de inscrição.

Caso não tenha realizado o saque do abono calendário 2019/2020, será possível fazer a retirada agora ou em até cinco anos, sem precisar de uma determinação judicial. Isso está determinado no artigo 4º da Resolução 838 do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Confira a seguir as datas de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep:

Calendário de pagamento do PIS

Calendário de pagamento do Pasep

Leia ainda: Caixa anuncia que vai usar Whatsapp para desbloquear auxílio de R$ 600 e FGTS


🕭 Receba Notificações

Leia mais