Primeira parcela do novo auxílio emergencial sai este mês no valor de R$ 250, afirma presidente da Câmara

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) afirmou nesta segunda-feira, 1º, que a primeira parcela do novo auxílio emergencial deve sair ainda neste mês de março. Os pagamentos vão seguir até junho somando um total de quatro parcelas no valor de cerca de R$ 250.

O parlamentar fez a afirmação no perfil pessoal do Twitter. De acordo com Lira, o próprio presidente Jair Bolsonaro haveria debatido o assunto durante um jantar na noite de domingo, 28. Na rede social, o chefe da Câmara publicou que:

“Agora na TV Record, anunciei que o governo vai entregar 140 milhões de vacinas para os meses de março, abril e maio. O assunto foi tratado ontem na reunião com o presidente Bolsonaro. Também ficou acertado o auxílio emergencial, que deve ser de R$ 250 até junho.”

O texto que discute a volta do pagamento do auxílio emergencial este ano deve entrar em votação nos próximos dias na Câmara e, depois precisa de aprovação do Senado e do presidente da República.

Exclusão de beneficiários

O auxílio emergencial está próximo de sair, porém o governo preparou um pente-fino aos cidadãos que tiveram acesso as parcelas em 2020. Dessa forma haverá a exclusão dos beneficiários por meio das informações cruzadas de 11 bancos de dados diferentes, dentre eles o INSS, CAGED, MEI e CNIS.

No ano passado o auxílio emergencial foi pago para 65 milhões de pessoas, contudo por causa dos novos requisitos essa quantia deve cair para cerca de 57 milhões de beneficiários. De forma geral, a peneira deve vetar os beneficiários que encontraram emprego com carteira assinada ou que recebem os seguintes pagamentos:

Vale destacar que parte dos beneficiários que devem receber o auxílio emergencial em 2021 também podem estar inscritas no Bolsa Família, como aconteceu em 2020.

Veja também: Saiba se sua contestação do auxílio emergencial já saiu ou está perto de sair


🕭Receba Notificações