Concurso INSS: Instituto solicita 7 mil vagas; Níveis médio e superior

Concurso INSS 2020/2022 prevê 7 mil vagas para níveis médio e superior. Remunerações de até R$ 12 mil. Atualmente, instituto registra déficit de 20 mil.

No final de 2017, foi protocolado pedido de concurso para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), com oferta de 16.548 vagas. O montante seria dividido entre remanescentes do concurso anterior (8.968) e novo certame (7.580).

Entretanto, a validade do certame terminou em agosto de 2018 e, ao contrário do esperado, os remanescentes não foram contratados. Apesar disso, muita gente ficou animada em relação a abertura de uma nova seleção.

Comece a estudar: Apostila para Técnico do Seguro Social e  Analista do Seguro Social

Atualmente, o INSS possui mais de 20 mil cargos vagos no cargo de técnico e analista, além dos 4 mil servidores que já possuem direito à aposentadoria.

Concurso INSS 2020/2022

Recentemente, o INSS informou que pretende concluir o planejamento de Recursos Humanos o mais breve possível. Com isso, o concurso INSS 2020/2022 poderá demorar para ser realizado.

A informação foi concedida à Folha Dirigida, no dia 13 de maio. Questionada se enviaria um pedido de concurso ao Ministério da Economia este ano, a autarquia informou que irá esperar o fim dos contratos temporários.

Em 2018, o INSS enviou um pedido de concurso com provimento para 7 mil vagas, nos níveis médio e superior. Confira o quadro abaixo:

TÉCNICO ANALISTA MÉDICO PERITO
– Escolaridade: nível médio
– Nº de vagas: 3.984
– Remuneração: R$5.186,79
– Escolaridade: nível superior
– Nº de vagas: 1.692 vagas
– Remuneração: R$R$7.659,87
– Escolaridade: nível superior em Medicina
– Nº de vagas: 2.212
– Remuneração: R$12.683,79

O déficit de pessoal tem sido denunciado há anos pelos sindicatos e outros especialistas. Neste ano, o Governo Federal anunciou a contratação de servidores aposentados e militares da reserva para realizar uma força-tarefa na instituto.

Concurso INSS 2015

O certame realizado em 2015 teve o prazo de validade encerrado em agosto de 2018. Mais de 800 aprovados foram convocados. Em dezembro de 2017, foram solicitadas 16.548 novas vagas, dentre as quais, 7.580 destinadas a um novo certame.

As demais, seriam preenchidas por meio de homologação suplementar, o que dependia de autorização do presidente da República. Entretanto, a validade terminou sem que o governo autorizasse a contratação dos servidores remanescentes do último certame.

Concurso INSS: O que estudar?

Em 2015, o INSS lançou edital para seleção de novos analistas e técnicos, com provas realizadas em 2016, sob a organização do Cespe/Unb. Foram ofertadas 950 vagas, distribuídas entre as duas carreiras que exigiam, respectivamente, formação de nível superior e médio.

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. As 120 questões de itens de julgamento (Certo ou Errado) cobravam conhecimentos básicos (50) e específicos (70), cujas disciplinas estão dispostas no quadro abaixo.

Técnico 

Conhecimentos Básicos: Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática.

Conhecimentos Específicos: Seguridade Social

Analista 

Conhecimentos Básicos: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária e Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Conhecimentos Específicos: Serviço Social.

Agora, para a carreira de Médico Previdenciário, o órgão ofertou vagas ainda em 2013, com índice de 100% das convocações. O certame, que demandava aos candidatos a conclusão de curso superior em Medicina, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), que aplicou provas objetivas compostas por 80 questões, além da análise de títulos.

Perito Médico Previdenciário 

Conhecimentos básicos: Português, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo.

Conhecimentos Específicos: Medicina Geral, Legislação referente ao SUS, Medicina do Trabalho, Legislação do Trabalho, Legislação de Assistência Social e Legislação Previdenciária.

Edital: EDITAL Nº 1 – INSS, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2015

Edital: EDITAL INSS Nº1 – ABERTURA DE INSCRIÇÕES – 2011

Atribuições e benefícios concurso INSS

Os futuros técnicos e analistas tinham como carga horária 40 horas semanais. Para o primeiro, a remuneração ofertada naquele edital era de R$ 4.886,87, incluindo vencimento básico e Gratificações (Atividades Executiva e de Desempenho de Atividade do Seguro Social). Para analista, a remuneração era de R$ 7.486,09, com as mesmas inclusões.

No edital de 2011, o Perito Médico Previdenciário teve remuneração prevista de até R$ 9.070,93, incluindo as citadas gratificações e auxilio alimentação. A carga horaria seguida pelos aprovados é de 40 horas semanais. Vale lembrar que, para os três cargos, valerão as remunerações devidamente atualizadas.

Conforme descrito no edital de 2016, constam como atribuições dos cargos de técnico e analista:

Técnico do Seguro Social:

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS, além das atividades comuns.

Comece a estudar: Apostilas preparatórias, cursos online, combos, questões resolvidas para o Concurso do INSS

Analista do Seguro Social:

REQUISITOS: ensino superior no curso de Serviço Social e registro no órgão de classe específico. DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atender e acompanhar os serviços prestados aos usuários do INS nas respectiva agências; elaboração, execução e avaliação de programas, planos  e projetos de Serviço Social e Reabilitação Profissional; supervisão e homologação dos programas profissionais realizados por instituições conveniadas ou terceiros; avaliação social para concessão de benefícios assistenciais e direitos previdenciários; promoção de levantamento de informações, pesquisa, estudos sociais e socioeconômicos para emissão de parecer social de reconhecimento e a manutenção de benefícios assistenciais e direitos previdenciários, decisão médico pericial; e demais atividades relacionadas à função.


DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Há atividades comuns aos dois postos, como atendimento ao público; assessoria aos superiores hierárquicos nos processos administrativos; atividades relacionadas ao reconhecimento de direitos vinculados à Lei nº 8.742/1993, previdenciários e outros sob a responsabilidade do INSS; atividades relacionadas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de informações; elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos; avaliar processos administrativos, oferecendo subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão; participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação; gestão de contratos, quando formalmente solicitado; controle de dados e informações.

Também contam como atribuições a atualização de sistemas; atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária; gestão do patrimônio do INSS; subsídio aos superiores hierárquicos fornecendo dados e informações relacionadas à área de atuação, atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa, acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos.

Perito Médico Previdenciário

Para Perito Médico Previdenciário, as atribuições descritas em edital de 2011 constavam em exercer privativamente, no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS e do Ministério da Previdência Social – MPS, o exercício das atividades Médico-Periciais inerentes ao Regime Geral da Previdência Social de que tratam as Leis nos 8.212, de 24 de julho de 1991, 8.213, de 24 de julho de 1991 e Lei no 8.742, de 7 de dezembro de 1993, e, em especial: caracterização da invalidez para benefícios assistenciais e previdenciários; emitir parecer quanto à capacidade laboral e inspeção de ambientes de trabalho para fins previdenciários; execução das demais atividades definidas nos termos do regulamento.

Comece a estudar: Apostilas preparatórias, cursos online, combos, questões resolvidas para o Concurso do INSS,

Inscrições concurso INSS 2020

Ainda não há previsão para realização e abertura do certame de 2020. As inscrições, portanto, só serão abertas após todos os impasses governamentais, judiciários e administrativos serem resolvidos.

Interessado em ingressar para a instituição deve ficar atento, pois a autorização pode acontecer ainda neste ano.

Voltar ao topo

Deixe um comentário