scorecardresearch ghost pixel



Concurso TJ SP: Vunesp é escolhida como banca!

Concurso TJ SP 2020: novo edital para os cargos de técnico e analista deverá sair em breve. Seleção para cartórios já está em andamento.



Visto com uma das seleções mais concorridas do estado, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ SP) publicou no último ano quatro editais de concurso público. Na época foram ofertadas 34 vagas nos cargos de administrador judiciário, contador, médico e enfermeiro.

Todas as vagas exigem formação de nível superior nas respectivas áreas de atuação. Os vencimentos podem ultrapassar R$ 8 mil!

Comece a estudar agora mesmo: Apostila Preparatória Tribunal de Justiça SP 2017

Outro certame teve também suas inscrições abertas em 2018. O mesmo ofertou 310 vagas na carreira de juiz substituto. Para concorrer às vagas, além de graduação superior em Direito, era preciso comprovar ao menos três anos de experiência na área jurídica.

Os vencimentos iniciais detalhados pelo edital eram de R$ 24.818,71, além dos benefícios pertinentes à carreira.

Concurso TJ SP 2020 – efetivos

Além dos regulamentos liberados recentemente, o edital publicado em 2017 segue em andamento. As provas objetivas foram aplicadas em março de 2018. Os habilitados e melhores classificados seguiram para a prova prática. A homologação do resultado final saiu em novembro de 2019. Com isso, a validade do certame se estende até dezembro deste ano.

Até o momento, o órgão não tem nenhuma seleção pública prevista para o cargo de técnico e analista. Portanto, são grandes as expectativas de realização do concurso TJ SP 2020 nessas áreas, mesmo com uma seleção ainda com prazo de validade ativo.

Outro fato que aumenta a possibilidade de uma nova seleção é o alto número de vacâncias. O tribunal de São Paulo acumula 9 mil cargos vagos. O maior déficit é para carreira de oficial de justiça, que soma 4.841 postos sem preenchimento. A função de escrevente técnico judiciário registra a falta de 3 mil profissionais.

Concurso TJ SP 2020 – cartórios

Em outubro de 2019, o TJ SP iniciou os preparativos para realização do concurso TJ SP 2020 para cartórios. A Fundação Vunesp foi autorizada como banca do certame. No entanto, ainda não há mais informações o quantitativo de vagas que serão oferecidas.

O último edital, divulgado em 2017, ofereceu 165 vagas. Tais oportunidades foram distribuídas entre provimento e remoção. O concurso foi dividido em provas objetiva, escrita, prática e oral e avaliação de títulos. Os candidatos responderam a questões sobre as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Registros Públicos e Notarial;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Tributário;
  • Direito Civil;
  • Direito Processual Civil;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Comercial;
  • Conhecimentos Gerais.

Concurso TJ SP 2018

Foram divulgados quatro editais de concurso público para o concurso TJ SP 2018. Juntos, os regulamentos abriram 34 vagas de nível superior, com a seguinte distribuição:

  • Administrador judiciário (cinco vagas): exige formação superior em Administração de Empresas. O salário oferecido é de R$ 6.432,43, em jornada de 40 horas semanais;
  • Contador (20 vagas): as oportunidades são voltadas para quem possui formação em Ciências Contábeis. A remuneração inicial será de R$ 7.027,51, também para 40 horas semanais;
  • Enfermeiro (sete vagas): além de graduação em Enfermagem, é necessário ter registro ativo no Conselho Profissional (Coren). Salário inicial de R$ 8.100,00 para jornada de 30 horas semanais;
  • Médico (duas vagas): é necessário ter ensino superior completo em Medicina e registro ativo no Conselho Profissional. Remuneração de R$ 8.723,57 em cumprimento de jornada semanal de 20 horas.

O certame, que tem organização da Fundação Vunesp, teve inscrições abertas entre os dias 15 de outubro e 13 de novembro de 2018. Foi cobrada taxa de participação no valor de R$ 85,00.

Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, com aplicação no dia 03 de fevereiro de 2019. A exceção foi para os postos de enfermeiro, cuja avaliação foi realizada no dia 23 de novembro de 2018.

Classificados nesta etapa foram convocados para a prova de títulos, de caráter classificatório. Para o cargo de médico a análise ocorreu no dia 03 de fevereiro de 2019. Para os demais, em 05 de maio do mesmo ano.

Todas os detalhes estão disponíveis nos regulamentos: Edital TJ SP – AdministradorEdital TJ SP – Contador, Edital TJ SP – Enfermeiro e Edital TJ SP – Médico.

Concurso Juiz Substituto TJ SP 2018

Sob execução da Fundação Vunesp, foi publicado o edital do concurso TJ SP 2018. Com oferta generosa, o certame abriu 310 vagas para a função de juiz substituto. Para investidura no cargo os candidatos devem ser graduados em Direito, além de comprovar pelo menos três anos de atividade jurídicas, exercidas após a colação de grau.

Os aprovados terão remuneração inicial de R$ 24.818,71, com acréscimo de benefícios.

A avaliação dos candidatos inscritos foi feita por meio de cinco etapas:

  • Prova objetiva
  • Provas discursivas
  • Inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de sanidade física e mental e avaliação psicológica
  • Prova oral
  • Avaliação de títulos

As provas da primeira etapa foram aplicadas no dia dia 02 de dezembro de 2018. As provas discursivas ocorreram em três dias: 17, 23 e 24 de fevereiro de 2019.

Outras informações referentes ao certame podem ser consultadas no edital concurso juiz TJ SP 2018.

A validade do certame será de 24 meses, a contar da data de homologação do resultado final. Entretanto, o regulamento prevê a prorrogação pelo mesmo período, conforme as necessidades do Tribunal. Assim sendo, o edital poderá valer até 2023.

Concurso TJ SP – 2017

Publicado no finalzinho do ano, o edital do concurso do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ SP) contou com 235 oportunidades. As vagas foram destinadas ao cargo de escrevente técnico judiciário, cuja escolaridade mínima exigida é ensino médio.

Os aprovados devem atuar nas Circunscrições Judiciárias que compõe as 2ª, 3º, 5ª, 6ª, 7ª, 8º, 9ª e 10ª Regiões Administrativas Judiciárias.

Sob organização da Fundação Vunesp, as provas objetivas foram aplicadas em 25 de março de 2018. Os aprovados e melhores classificados nesta etapa seguiram para a prova prática. De acordo com o edital, o intuito dela é verificar as habilidades dos candidatos com editor de texto em microcomputador do tipo PC, em ambiente gráfico Microsoft Windows.

O vencimento básico inicial oferecido foi de R$ 4.706,53.

As provas objetivas foram realizadas de acordo com a estrutura e conteúdo programático abaixo.

  • BLOCO I – Língua Portuguesa
  • BLOCO II – Conhecimentos em Direito
  • BLOCO III – Conhecimentos Gerais (Atualidades, Matemática, Informática e Raciocínio Lógico)

Os blocos I e II tiveram caráter eliminatório e classificatório, destes, os candidatos tiveram que acertar ao menos 50% das questões de cada um. Já o bloco III teve caráter apenas classificatório.

Foram convocados para a prova prática prática os candidatos habilitados e melhores classificados, de acordo com o número estabelecido em edital.

Todas as regras do certame podem ser conferidas no edital concurso TJ SP 2017.

Déficit no quadro de servidores

Os candidatos selecionados no concurso deverão ser convocados já no começo do segundo semestre. A urgência se deve ao atual quadro deficitário que o TJ SP apresenta, com vacância acima de 3 mil escreventes no Estado. Por isso, além do certame para a 1ª Região, há outro previsto para o final do ano, contemplando outras regiões.

O novo concurso envolveu as comarcas da 2ª à 10ª Região Administrativa, que inclui a capital paulista e o interior.

As chances da realização de concurso para sanar o problema são ainda maiores em razão de dois Projetos de Lei Complementares em trânsito na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

O primeiro, o PLC 26/2013, cria 685 novos postos e o segundo, PLC 44/2016, prevê 317 vagas, entre comissionados e efetivos. Do total de vagas, contam 285 e 188 para escrevente, respectivamente.

Cargos e salários concurso TJ SP

Em 2017, o concurso TJ SP abriu oportunidades para a carreira de escrevente técnico judiciário, com exigência de formação em nível médio de ensino e contratação em regime estatuário, o que garante maior estabilidade.


Como atribuições do cargo, estão atendimento de público interno e externo, elaboração e conferência de documentos, controle da guarda de material de expediente, andamento a processos administrativos e judiciais, suporte administrativo e técnico às unidades do TJ, atualização quanto à Legislação referente à área de atuação e normas internas.

O candidato aprovado terá remuneração inicial de R$ 4.706,53, acrescidos de auxílios saúde, alimentação e transporte.

Além de benefícios, como progressão de carreira e adicional de qualificação sobre o valor bruto do vencimento, de 5%, 7,5%, 10% e 12,5% para graduados em nível superior, especialização, mestrado e doutorado, respectivamente.

Conteúdo programático concurso TJ SP 2018

Os candidatos inscritos no concurso TJ SP 2018 foram avaliados por meio de prova objetiva e análise de títulos. A primeira ocorreu no dia 23 de novembro de 2018, somente para o cargo de enfermeiro, e 03 de fevereiro de 2019 para os demais. A segunda, aconteceu em 03 de fevereiro para médico e 05 de maio para os demais.

O exame de conhecimentos consistiu em uma prova objetiva, de múltipla escolha, composta por 100 questões. Os candidatos tiveram cinco horas para responder às perguntas, que foram estruturadas da seguinte maneira:

  • Bloco I: Língua Portuguesa;
  • Bloco II: Conhecimentos Específicos;
  • Bloco III: Conhecimentos Gerais.

Prova concurso Juiz Substituto TJ SP

Concorrentes a uma das 310 oportunidades para juiz substituto foram avaliados por meio de prova objetiva, provas discursivas, inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de sanidade física e mental, avaliação psicológica, prova oral e de títulos.

As provas objetivas ocorreram no dia 02 de dezembro de 2018 e as 100 questões foram dividas em três blocos:

  • Bloco I: Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Consumidor e Direito da Criança e do Adolescente;
  • Bloco II: Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional e Direito Eleitoral;
  • Bloco III: Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Ambiental e Direito Administrativo.

As provas discursivas foram aplicadas nos dias 17, 23 e 24 de fevereiro de 2019. No primeiro dia os candidatos responderam a quatro questões discursivas, além de elaborar uma dissertação sobre áreas do conhecimento presentes no conteúdo programático.

Nos dias 23 e 24 houveram as provas prática de sentença. Nesta avaliação os candidatos tiveram que elaborar duas sentenças, sendo uma de natureza cível e outra criminal. Os aprovados nesta foram encaminhados para a terceira etapa, que inclui inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de sanidade física e mental e avaliação psicológica.

A quarta etapa será composta pela prova oral. Em sessão pública, no dia 1º de outubro de 2019, os candidatos responderão a questões a respeito de diversas áreas do Direito. Por fim, serão analisados os títulos dos candidatos.

Comece a estudar agora mesmo: Apostila Preparatória Tribunal de Justiça SP 2017

Concurso TJ SP – 2015

O certame do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em 2015 também teve a Vunesp como banca organizadora e abriu 345 vagas para escrevente técnico judiciário. O certame tinha validade de 1 ano, a partir de sua homologação, com prorrogação por igual período, que expira em dezembro.

O concurso foi divido em duas etapas. A primeira, constituída de prova objetiva, submeteu os candidatos à resolução de 100 questões que abordavam língua portuguesa, conhecimentos em Direito (Constitucional, Penal, Processual Penal e Civil, Normas da Corregedoria Geral da Justiça), atualidades, informática, raciocínio lógico e matemática.

Para a segunda etapa, formada pela prova prática de digitação e formatação, foram convocados aprovados nas provas objetivas, em número proporcional às comarcas abrangidas pelo concurso. O teste tinha como objetivo averiguar conhecimentos e habilidades do candidato no ambiente Microsoft Windows.

Todos os detalhes referentes ao concurso, incluindo conteúdo programático cobrado, encontram-se disponíveis clicando aqui.

Concurso TJ SP – 2014

O certame do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em 2014 teve a Vunesp como banca organizadora e abriu 471 vagas para escrevente técnico judiciário. O certame tinha validade de 1 ano, a partir de sua homologação, com prorrogação por igual período, que expira em maio.

O concurso foi divido em duas etapas. A primeira, constituída de prova objetiva, submeteu os candidatos à resolução de 100 questões que abordavam língua portuguesa, conhecimentos em Direito (Constitucional, Penal, Processual Penal e Civil, Normas da Corregedoria Geral da Justiça), atualidades, informática, raciocínio lógico e matemática.

Para a segunda etapa, formada pela prova prática de digitação e formatação, foram convocados 1365 aprovados nas provas objetivas, sendo 1260 para a capital e 105 para as demais comarcas. O teste tinha como objetivo averiguar conhecimentos e habilidades do candidato no ambiente Microsoft Windows.

Todos os detalhes referentes ao concurso, incluindo conteúdo programático cobrado, encontram-se disponíveis clicando aqui.

Concorrência e nomeações TJ SP

O concurso TJ SP tem como tradição receber um grande número de inscritos. Em 2017, 168.434 pessoas se inscreveram para concorrer a uma das 235 oportunidades. O maior número de inscritos foi registrado na região de Santos, foram 25.502. Confira a demanda de todas as regionais pelo link: concorrência concurso TJ SP 2017.

Na edição de 2014, foram 142.345 candidatos buscando aprovação nas 471 vagas, ou seja, uma demanda de 302,21 candidatos por vaga. No entanto, o órgão também tem histórico de alto índice de nomeações, usualmente maior do que as vagas oferecidas.

Ainda tomando por base o certame de 2014, foram convocados 1.711 classificados, ou seja, mais que o triplo das vagas oferecidas. Nas comarcas que abrangem capital e interior, o concurso de 2015, que ofereceu 345 oportunidades para escrevente, já teve 1.200 candidatos convocados (a validade do certame expira em dezembro de 2017).

Dicas para passar no concurso do TJ SP

Um dos principais itens para se dar bem em um concurso é conhecer sua banca organizadora. Pela tradição, os dois últimos certames para o TJ SP foram organizados pela Fundação Vunesp portanto, há grandes chances ser escolhida novamente para o próximo.

A banca é tida como uma das mais fáceis pelos concurseiros, mas, suas provas têm passado por constante evolução, por isso, nada de estudos superficiais. Normalmente, aplica questões de múltipla escolha (certa ou errada) e exige que o candidato fique atento às tradicionais “pegadinhas”.

Outro aspecto da Vunesp é abranger todo o conteúdo programático em suas provas. Em Português, costuma cobrar regras e aplicações gramaticais, bem como interpretação de textos com excertos de jornais e revistas de grande circulação em São Paulo. As provas de Informática são mais simples quando comparadas a outras bancas.


Por ser um certame que visa contratação de servidores em Tribunal, há que se atentar para a prova de Direito. Nesse quesito, a banca tem o hábito de privilegiar o conhecimento de Legislação, em certo desfavor à jurisprudências e doutrinas. Por isso, é importante a leitura integral dos textos.

Uma parte que preocupa os candidatos são os critérios de desempate. No caso das provas do TJ, o primeiro critério é o fator idade (dando preferência aos maiores de 60 anos), seguido da maior nota na prova objetiva de português. No caso de persistir o empate, é verificada a pontuação na prova de Direito.

Inscrições concurso TJ SP 2018

Interessados em participar do concurso TJ SP 2018 tiveram entre os dias 15 de outubro e 13 de novembro de 2018 para se inscrever. As solicitações foram recebidas pelo site de Fundação Vunesp e tiveram custo de R$ 85,00.

Para as vagas de juiz substituto,  o prazo para inscrição preliminar ocorreu entre os dias 17 de setembro e 16 de outubro de 2018. Para isso, tiveram acessar o site da Fundação Vunesp e preencher os formulários. Depois disso, foi necessário quitar o boleto referente à taxa de inscrição, que possuía o valor de R$ 248,18.

Candidatos amparados por lei, mediante as devidas comprovações, puderam fazer o pedido de isenção da taxa. Todas as regras e procedimentos para isso estavam disponíveis no edital. O edital de 2020, se aberto, deverá seguir os mesmos moldes dessa seleção.

Comece a estudar agora mesmo: Apostila Preparatória Tribunal de Justiça SP 2017




Voltar ao topo

Deixe um comentário