Processo Seletivo TRT 14ª Região – RO (Estágio)

Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT14), em Rondônia, abre processo seletivo com oportunidades de estágio para estudantes de nível superior.

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT 14), em Rondônia e Acre, anunciou a abertura de um novo processo seletivo. A seleção é regulada pelo edital nº 01/2019 e visa promover a composição de cadastro de reserva de estagiários de nível superior.

As oportunidades são para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva nos seguintes cursos: Direito, Administração, Jornalismo e Serviço Social. Do total de vagas que vierem a surgir, 10% são reservadas a pessoas com deficiência.


A bolsa-auxílio ofertada é de R$ 1.050,00, acrescida de auxílio transporte e Seguro de Vida Coletivo com cobertura 24 horas. A jornada será de 25 horas semanais e a lotação será nas cidades de Porto Velho, Guajará-Mirim, Colorado D’Oeste, Vilhena e São Miguel do Guaporé, todas no estado de Rondônia.

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 11 de março de 2019, pelo site da organizadora da seleção, o CIDE – Capacitação, Inserção e Desenvolvimento: www.ciderh.org.br. Não será cobrada taxa.

A seleção dos candidatos será feita por meio de prova objetiva e redação. As provas serão realizadas de 20 a 23 de março de 2019, em local a ser oportunamente divulgados no endereço eletrônico http://www.ciderh.org.br.

O prazo de validade do processo seletivo é de um ano, a contar da data de sua homologação final, sendo permitida sua prorrogação por período igual ou inferior.

O edital completo com mais informações sobre o Processo Seletivo TRT 14ª Região – RO – 2019 (Estágio) está disponível no seguinte link: https://goo.gl/WPEdu9

RESUMO - Processo Seletivo TRT 14ª Região – RO (Estágio)
Orgão TRT 14 - Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região
Quantidade de Vagas Várias
Cadastro Reserva Sim
Nível de Escolaridade
Salário R$ 1.050,00
Início das inscrições 19/02/2019
Término das inscrições 11/03/2019
Cargo
Localidade

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário