Documentos necessários para Imposto de Renda 2019

Confira quais são os documentos a serem entregues à Receita Federal na declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Neste início de ano, entre os meses de março e abril, ocorrerá a temporada de prestação de contas à Receita Federal. O Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) é tributado em cima do que o contribuinte ganhou no ano anterior, ou seja, 2018.

A pouco mais de um mês do início da época de declaração do IRPF, este é o momento ideal para reunir a documentação exigida pelo Leão.

Contribuintes que se antecipam na entrega da declaração de ajuste anual à Receita Federal, têm maiores chances de serem restituídos primeiro, caso, após todas as deduções, tenham pago mais impostos que o necessário no ano anterior.

A devolução é feita em sete lotes anuais, cuja liberação acontece entre os meses de junho a dezembro. Idosos acima de 65 anos, pessoas com deficiência e professores, têm prioridade.

Quanto maior foi a exatidão dos dados da declaração – incluindo os centavos -, mais chances de receber a restituição e não cair na malha fina.

Abaixo, reunimos os principais documentos a serem entregues à Receita Federal.

IRPF 2019: Documentos necessários para a declaração:

Informações gerais

  • Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento;
  • Endereço atualizado;
  • Cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue;
  • Atividade profissional exercida atualmente.

Renda

  • Informes de rendimentos de instituições financeiras inclusive corretora de valores;
  • Informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão etc.;
  • Informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de jurídicas;
  • Informações e documentos de outras rendas percebidas no exercício, tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebida no ano, dentre outras;
  • Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do carnê-leão; DARFs de carnê-leão.

Bens e direitos

  • Documentos que comprovem a compra e venda de bens e direitos.

Dívidas e ônus

  • Informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no período.

Renda variável

  • Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto;
  • DARFs de renda variável.

Pagamentos e doações efetuados

  • Recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente);
  • Despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente);
  • Comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora com a indicação do aluno);
  • Comprovante de pagamento de Previdência Social e previdência privada (com CNPJ da empresa emissora);
  • Recibos de doações efetuadas;
  • GPS (ano todo) e cópia da carteira profissional de empregado doméstico;
  • Comprovantes oficiais de pagamento a candidato político.
Voltar ao topo

Deixe um comentário