Liberados 8 lotes de saques em dinheiro do FGTS de até R$ 1.045

Trabalhadores com contas ativas (emprego atual) ou contas inativas (empregos antigos) com saldo no Fundo têm direito ao benefício.

Apesar de o calendário de depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial ter sido finalizado, ainda restam datas de saques e transferências do benefício para milhões de beneficiários. Ao todo, já foram liberados 8 lotes para retiradas em espécie.

Até o momento, o recurso de até R$ 1.045 está disponível para ampla movimentação aos beneficiários nascidos em janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho e agosto. Dito isso, restam as liberações para os aniversariantes de setembro, outubro, novembro e dezembro.

FGTS emergencial

Confira as datas de depósito, saque e transferência do benefício, com destaque para os lotes a serem liberados:

Calendário do crédito em conta social digital – Encerrado

  • 29 de junho: nascidos em janeiro;
  • 6 de julho: nascidos em fevereiro;
  • 13 de julho: nascidos em março;
  • 20 de julho: nascidos em abril;
  • 27 de julho: nascidos em maio;
  • 3 de agosto: nascidos em junho;
  • 10 de agosto: nascidos em julho;
  • 24 de agosto: nascidos em agosto;
  • 31 de agosto: nascidos em setembro;
  • 8 de setembro: nascidos em outubro;
  • 14 de setembro: nascidos em novembro;
  • 21 de setembro: nascidos em dezembro.

Calendário de saque e transferência – Em andamento

  • 25 de julho: nascidos em janeiro;
  • 8 de agosto: nascidos em fevereiro;
  • 22 de agosto: nascidos em março;
  • 5 de setembro: nascidos em abril;
  • 19 de setembro: nascidos em maio;
  • 3 de outubro: nascidos em junho;
  • 17 de outubro: nascidos em julho;
  • 17 de outubro: nascidos em agosto;
  • 31 de outubro: nascidos em setembro;
  • 31 de outubro: nascidos em outubro;
  • 14 de novembro: nascidos em novembro; e
  • 14 de novembro: nascidos em dezembro.

Saque de até R$ 1.045

O FGTS emergencial foi anunciado em abril pelo governo federal como uma das medidas de combate à crise causada pela pandemia. Os depósitos começaram no dia 29 de junho, com encerramento no dia 21 de setembro. A ordem dos repasses segue o mês de nascimento do beneficiário.

Assim como é feito no auxílio emergencial, os pagamentos acontecem em duas etapas: a primeira no crédito em conta social digital, com movimentação exclusiva pelo Caixa Tem, e a segunda para saques e transferências. O valor é de até R$ 1.045 e pode ser sacado por trabalhadores com contas ativas (emprego atual) ou contas inativas (empregos antigos) com saldo no Fundo.

Leia ainda: FGTS: PL propõe mais duas modalidades de saque sem demissão

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário