scorecardresearch ghost pixel

Caixa libera calendário do FGTS com adicional de até R$ 2.900 em 2021. Confira todas as datas

Valores ficam disponíveis para retirada até o último dia útil do segundo mês subsequente ao da liberação.

A Caixa Econômica Federal começou uma nova rodada de pagamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em pela modalidade saque-aniversário em 2021. O calendário para o repasse do dinheiro foi criado conforme o mês de nascimento dos trabalhadores. Por exemplo, os nascidos em janeiro podem sacar neste mês.

Vale destacar que os valores ficam disponíveis para retirada até o último dia útil do segundo mês subsequente ao da liberação. Neste caso, se a data de aniversário for 15 de janeiro, o trabalhador tem de 4 de janeiro até 31 de março deste ano para sacar o FGTS. O mesmo se aplica aos outros meses.

Lembrando que se o dinheiro não for sacado até a data limite, ele retorna automaticamente para a conta do fundo de garantia. Os pagamentos acontecem gratuitamente pela Caixa sem qualquer cobrança de tarifa.

Calendário do saque-aniversário do FGTS 2021

Confira a seguir o cronograma completo de pagamento do saque-aniversário do FGTS para este ano:

  • Nascidos em janeiro – saques de janeiro a março;
  • Nascidos em fevereiro – saques de fevereiro a abril;
  • Nascidos em março – saques de março a maio;
  • Nascidos em abril – saques de abril a junho;
  • Nascidos em maio – saques de maio a julho;
  • Nascidos em junho – saques de junho a agosto;
  • Nascidos em julho – saques de julho a setembro;
  • Nascidos em agosto – saques de agosto a outubro;
  • Nascidos em setembro – saques de setembro a novembro;
  • Nascidos em outubro – saques de outubro a dezembro;
  • Nascidos em novembro – saques de novembro de 2021 a janeiro de 2022;
  • Nascidos em dezembro – saques dezembro de 2021 a fevereiro de 2022.

De acordo com o banco, mais de 9,7 milhões de pessoas optaram pela modalidade do saque-aniversário e vão poder sacar o dinheiro em 2021.

Adesão ao saque-aniversário

Importante destacar que os trabalhadores que optam migrar do saque-rescisão (saque total do FGTS em caso de demissão sem justa causa) para o saque-aniversário têm até o último dia do mês de seu aniversário para fazer mudança e dessa forma receber no mesmo ano em foi feita a adesão.

Aqueles que migrarem para o saque-aniversário e decidirem voltar à modalidade saque-rescisão poderão solicitar a reversão a qualquer momento. Porém, a alteração apenas surtirá efeito a partir do 1º dia do 25º mês da solicitação.

O trabalhador com conta ativa ou inativa interessado em aderir ao saque-aniversário pode acessar o site da Caixa, na aba FGTS, ou app FGTS, disponível para download em celulares com sistema Android ou iOS.

É fundamental informar que o saque-aniversário retira o direito ao saque rescisão, pago em casos de demissão sem justa causa. O trabalhador terá acesso somente à multa de 40%.

Quanto recebo no saque-aniversário?

O trabalhador não retira todo o valor do FGTS na modalidade de saque-aniversário, mas somente uma parcela do valor disponível que é calculado  de acordo com um percentual de alíquota, somado a uma parcela adicional, dependendo do caso. Os valores podem ter adicional de até R$ 2.900,00. Veja abaixo:

Limites das faixas de saldo Alíquota Parcela adicional
até R$ 500 50%
de R$ 500,01 até R$ 1.000 40% R$ 50
de R$ 1.000,01 até R$ 5.000 30% R$ 150
de R$ 5.000,01 até R$ 10.000 20% R$ 650
de R$ 10.000,01 até R$ 15.000 15% R$ 1.150
de R$ 15.000,01 até R$ 20.000 10% R$ 1.900
acima de R$ 20.000,01 5% R$ 2.900

Veja também: Veja 9 situações que permitem o saque total do FGTS em 2021


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário