scorecardresearch ghost pixel



Cidadão que não recebe Auxílio Brasil pode solicitar benefício de até R$ 600

Novo programa estadual atende pessoas de baixa renda que não conseguiram entrar nos pagamentos do Auxílio Brasil.



Um novo programa pode liberar repasses de até R$ 600 para brasileiros de baixa renda que não fazem parte do Auxílio Brasil. O projeto do governo do Espírito Santo, batizado de Bolsa Capixaba, foi enviado à Assembleia Legislativa do estado na última terça-feira, 14.

Leia mais: Previdência Social: É possível receber mais de um benefício?

O programa já existe há cerca de dez anos para ajudar pessoas que faziam parte do extinto Bolsa Família. Até então, cerca de 23 mil famílias em situação de extrema pobreza tinham direito ao benefício.



Em outubro, o Bolsa Família de renda deixou de existir e deu lugar ao Auxílio Brasil. A mudança impactou o Bolsa Capixaba, que atualmente é pago para cerca de 11 mil famílias, menos da metade do que atendia anteriormente.

O plano do governo estadual é aprovar um projeto para ampliar o benefício para 37 mil famílias capixabas. Cada uma delas receberá valores entre R$ 50 e R$ 600, de acordo com sua renda per capita.



Bolsa Capixaba

Segundo o projeto enviado à Assembleia Legislativa, terão direito ao benefício as famílias que não recebem o Auxílio Brasil e têm renda por pessoa de até R$ 100 mensais (extrema pobreza). Ainda não se sabe quando os repasses terão início, já que isso depende do tempo de aprovação da proposta.

Quem não vive no Espírito Santo pode verificar a existência de um programa semelhante em seu próprio estado ou município. Muitos gestores estão criando iniciativas locais para ajudar a população vulnerável durante a pandemia do novo coronavírus.




Voltar ao topo

Deixe um comentário