scorecardresearch ghost pixel



Revisão do FGTS pode liberar bilhões de reais para milhões de trabalhadores

Segundo cálculos já realizados por usuários da plataforma LOIT FGTS, valor médio chega a R$ 10 mil por trabalhador.



Um boa quantia de dinheiro pode estar esperando milhões de trabalhadores que atuaram com carteira assinada entre 1999 e os dias atuais. Até mesmo quem já sacou o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ter acesso aos valores.

Leia mais: Atenção, segurados do INSS: Saiu o calendário de pagamentos para 2022

Chamada de revisão do FGTS, a proposta prevê uma mudança no índice utilizado para corrigir as contas do fundo. Atualmente, o saldo é reajustado todos os anos pela Taxa Referencial (TR), que está zerada. Isso gera perdas monetárias causadas pela inflação.



O objetivo é utilizar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou outro indexador capaz de cobrir a inflação do país. Isso impossibilita que o montante “perca valor” com o passar do tempo.

Valor da revisão do FGTS

Segundo cálculos já realizados na plataforma da startup LOIT, o valor médio do processo pode chegar a R$ 10 mil por trabalhador. Contudo, alguns têm a chance de receber até R$ 66 mil com a revisão. O montante depende do saldo das contas do FGTS e dos salários que o cidadão recebia.

Para fazer a consulta, acesse o site https://fgts.loitlegal.com.br. Basta anexar os extratos do FGTS, disponível no site ou aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Se o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pela troca no índice de correção, você pode receber uma bolada com a revisão. É importante contar sempre com a ajuda de um profissional especializado e abrir uma ação o quanto antes, já que a decisão da Corte pode sair a qualquer momento.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário