scorecardresearch ghost pixel



INSS: confira os direitos dos aposentados

São vários os direitos conquistados pelos aposentados quando conseguem o benefício junto ao INSS. Tem relação com o saque do FGTS, assim como o financiamento de imóveis. Entenda.



A aposentadoria do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um desejo de todos aqueles que contribuíram por longos anos com a previdência. É a hora do descanso, sem deixar de lado a segurança financeira dos aposentados. O que muitos não sabem é que junto com a aposentadoria, outros direitos também são assegurados.

Leia mais: Descubra como alguém que nunca contribuiu para o INSS pode se aposentar

Antes de tudo, se você ainda tem dúvida de como conseguir o benefício da aposentadoria, a primeira dica é reunir todos os documentos e fazer o pedido do benefício por meio do aplicativo “Meu INSS”, pelo site ou também no atendimento presencial em alguma agência do INSS.



Direitos dos aposentados

Ao conseguir a liberação da aposentadoria, os segurados também passam a ter acesso completo ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). É que a aposentadoria é uma das razões que permitem a liberação de todo o dinheiro. Assim, além do benefício mensal, os aposentados podem ter acesso a todos os recursos do FGTS.

Além disso, se o trabalhador continuar trabalhando mesmo depois de se aposentar, ele consegue sacar mensalmente o dinheiro depositado pelo empregador no FGTS. Mas, caso ele se aposente e mude de empresa, volta a ter acesso ao fundo ao completar 70 anos. Ou em caso de doenças graves.



Na lista de direitos dos aposentados está a quitação do financiamento do imóvel. Vale para os que se aposentam por invalidez de incapacidade permanente. Assim, independentemente da quantidade de parcelas restantes, o contrato é quitado. Nesses casos, as parcelas restantes ficam a cargo da seguradora.

Outro direito essencial para quem chega na aposentadoria é a manutenção do plano de saúde, na mesma empresa de antes do benefício. Assim, caso o aposentado tenha contribuído por pelo menos 10 anos com o mesmo plano de saúde, ele tem direito à assistência médica pelo mesmo tempo que contribuiu.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário