scorecardresearch ghost pixel



Urgente: Greve dos caminhoneiros tem 95% de chances de acontecer

Líder da categoria que participou da greve de 2018 alerta para uma nova onde de paralisações. Combustíveis podem subir ainda mais.



Para protestar contra a alta nos preços dos combustíveis, uma nova greve dos caminhoneiros pode estar a caminho. É o que afirma um dos líderes da paralisação que ocorreu em 2018, Wanderlei Alves (Dedeco). Nesta quinta-feira, 17, o motorista afirmou que as chances de isso acontecer chegam a 95%.

Leia mais: Auxílio-gasolina: confira o valor e quem tem direito ao benefício

Segundo ele, um novo movimento de interrupção das viagens pela categoria pode acontecer, independente do momento. “Pode ter certeza de que tem, sim, condições de parar, e isso vai acontecer cedo ou tarde”, afirmou Dedeco a interlocutores do banco Credit Suisse.



O representante disse ainda que é esperado um novo aumento nos preços dos combustíveis pela Petrobras. Para ele, a solução seria o fim da política de Preço de Paridade de Importação (PPI), que estabelece o valor dos produtos encontrados nas bombas dos postos tendo como referência o preço do barril de petróleo no exterior.

“Queremos pegar o país e a Petrobras de surpresa. Não damos data, mas vai acontecer [paralisação]”, disse Dedeco. Mesmo com a declaração alertando para uma possível greve, não houve ainda o anúncio por parte da categoria sobre uma nova paralisação.

Lembrando que a Petrobras, no último dia 10 de março, anunciou um novo aumento nos preços dos combustíveis, sendo de 18,8% para a gasolina, de 24,9% para o diesel e de 16,1% para o gás de cozinha.




Voltar ao topo

Deixe um comentário