scorecardresearch ghost pixel



Quando vou receber o abono PIS/Pasep referente ao ano de 2021?

Com adiamento dos repasses no ano passado, trabalhadores se confundem com calendário do benefício.



Os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep com ano-base 2020 terminaram no fim de março e beneficiaram mais de 24 milhões de trabalhadores. O benefício foi pago a que atuou com carteira assinada por no mínimo 30 dias naquele ano.

Leia mais: Benefícios sociais: calendários de todos os pagamentos programados para abril

Mas o que muita gente quer saber agora é: quando sai o abono referente ao ano-base 2021? Entenda o que aconteceu e veja qual é a previsão de liberação.

Adiamento

Em geral, o repasse do benefício é referente ao período trabalhado no ano anterior. Ou seja: o abono de 2000 equivale ao trabalho exercido em 1999. Essa não é uma regra, mas é o que costuma ocorrer.



No ano passado, o governo federal não realizou nenhum repasse porque decidiu adiar o PIS/Pasep para poupar dinheiro em meio à crise. Sendo assim, a liberação do abono ano-base de 2020 ficou para 2022. Esse é o calendário que foi cumprido nos dois últimos meses.

Após o anúncio de adiamento, criou-se a expectativa de que os trabalhadores receberiam em dobro neste ano, já que o repasse do abono de 2021 também era esperado. Isso não ocorreu, e quem trabalhou em 2021 não pôde receber agora.

Quem sai o PIS/Pasep 2021?

Ainda não há nenhuma confirmação sobre a nova data de pagamento do abono com ano-base 2021, mas a expectativa é que isso ocorra somente em 2023. O motivo é que o governo federal não dispõe de orçamento para realizar novos depósitos ainda neste ano.



Regras do abono PIS/Pasep

Para receber o abono salarial, o trabalhador da iniciativa privada ou servidor público precisa se enquadrar nas regras abaixo:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos;
  • Ter recebido até dois salários mínimos por mês, em média, no ano-base;
  • Ter exercido atividade remunerada para pessoa jurídica durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base;
  • Estar com os dados corretos na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais)/eSocial.

O benefício tem valor de até um salário mínimo, de acordo com o número de meses trabalhados no ano-base.




Voltar ao topo

Deixe um comentário