Advérbios – Classes de palavras

O que são advérbios, qual é a sua função na oração, quais são os tipos de advérbio e como a classe de palavra pode ser flexionada na frase.

As classes de palavras configuram um conteúdo bastante cobrado nas provas de Língua Portuguesa de concursos públicos e processos seletivos. Inseridas na parte de Morfologia, podem vir sob a forma de questões soltas ou a partir de textos.

Entre as dez classificações das classes morfológicas, está o advérbio. Responsável por modificar um adjetivo, verbo ou outro advérbio, essa palavra tem diferentes classificações, bem como diversas possibilidades de flexão.

O que é o advérbio?

Como mencionado, é a classe de palavra cuja função na frase é modificar um verbo, adjetivo ou outro advérbio. Por vezes, o advérbio pode se referir a uma oração inteira e, neste caso, transmite a avaliação do falante ou quem escreve sobre determinada situação.

Importante mencionar que, quando se relaciona ao verbo e, assim, expressão circunstâncias do processo verbal, é chamado de determinante.

Quais são os tipos de advérbio?

Os advérbios podem ser classificados conforme a função ou circunstância que exercem na frase. Por isso, podemos distinguir os seguintes tipos de advérbio:

Advérbio de dúvida

São eles: acaso, porventura, quiçá, será, possivelmente, provavelmente e casualmente.

Exemplo: Possivelmente, ele sairá do hospital amanhã.

Advérbio de afirmação

São eles: realmente, decerto, certo, efetivamente, sim, deveras, indubitavelmente, decididamente, certamente.

Exemplo: Decididamente, esta é a melhor festa que já presenciei!

Advérbio de negação

São eles: tampouco, nunca, jamais, não, nem

Exemplo: Janaína nunca esteve na Inglaterra.

Advérbio de tempo

São eles: provisoriamente, sucessivamente, constantemente, primeiramente, imediatamente, antigamente, jamais, nunca, sempre, doravante, outrora, depois, enfim, entrementes, ainda, amiúde, antes, ontem, tarde, breve, cedo, hoje, já, afinal, logo, agora, amanhã.

Exemplos: Amanhã, voltarei às aulas.

Advérbio de lugar

São eles: aquém, antes, algures, nenhures, alhures, aonde, longe, perto, defronte, atrás, detrás , atrás, além, embaixo, acima, adentro, dentro, afora, fora, aí, aqui, acolá, cá, lá, ali, adiante, abaixo.

Exemplos: Minha casa fica logo ali.

Advérbio de intensidade

São eles: imenso, demais, mais, menos, quanto, quase, tanto, assaz, tudo, nada, todo, muito, demais, pouco, tão, quão, demasiado, bastante.

Exemplos: Ela gosta bastante daquele professor.

Advérbio de modo

São eles: devagar, acinte, debalde, melhor, pior, depressa, bem, mal, assim, adrede, além de boa parte das palavras finalizadas com “mente”, como demasiadamente.

Exemplos: Estou bem melhor hoje.

Andreia atravessava a rua rapidamente quando o carro passou.

Flexão dos Advérbios

Os advérbios são conhecidos por serem invariáveis, ou seja, não flexionam quanto ao gênero e número. Mas, estas palavras podem flexionar quanto ao grau, podendo pertencer aos graus comparativo (igualdade, superioridade e inferioridade) e superlativo. Veja como é:

Grau Comparativo de Igualdade: TÃO + advérbio + quanto. Exemplo: Marília é tão bonita quanto a irmã

Grau Comparativo de Inferioridade: MENOS + advérbio + que. Exemplo: Aquela cidade é menos fria que a que visitamos ontem.

Grau Comparativo de Superioridade Analítico: MAIS + advérbio + do que. Exemplo: Aquele carro é mais caro (do) que o vermelho.

Grau Comparativo de Superioridade Sintético: MELHOR ou PIOR QUE. Exemplo: Sílvia saiu melhor na prova que a irmã.

Grau Superlativo Analítico: acompanhado de outro advérbio. Exemplo: Aquela moça é muito falsa.

Grau Superlativo Sintético: formado por sufixos. Exemplo: O rapaz fala altíssimo quando nervoso.

Casos extras

Além das classificações convencionais, é importante destacar casos especiais.

  • locuções adverbiais: duas ou mais palavras que exercem a função de advérbio, como hoje em dia, às pressas
  • advérbios interrogativos: interrogações diretas ou indiretas relacionadas a modo, tempo, lugar e causa, como donde, por que
  • advérbios de exclusão (somente, salvo, só), inclusão (incluso, também, ainda, mesmo, até) e ordem (ultimamente, depois, primeiramente)
  • o jornalismo tem usado, frequentemente, o advérbio modificando o substantivo, como em Isso é simplesmente Brasil!

Como cai na prova?

Prova: Psicólogo Orientador – Fiscal
Órgão: CRP 2ª Região (PE)
Banca: Instituto Quadrix
Ano: 201

Internet: <sites.google.com>.
Em “Mas ele não tinha muitas chances”, as palavras classificam-se, morfologicamente, na ordem em que aparecem, como
a) preposição, pronome, advérbio, ação, nome e adjetivo.
b) conjunção, pronome, advérbio, verbo, pronome e substantivo.
c) interjeição, pronome, nome, verbo, artigo e adjetivo.
d) conector, nome, adjetivo, verbo, pronome e nome.
e) conjunção, substantivo, advérbio, verbo, advérbio e adjetivo.
Advérbios – Classes de palavras
5 (100%) 2 votes
Voltar ao topo

Deixe um comentário