Concurso DNIT: Novo edital será pleiteado junto ao governo federal

Última pedido de seleção feito ao governo foi negado. Para recompor déficit funcional, órgão deve encaminhar pedido até maio de 2019.

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) é um dos órgãos que sofrem com carência de servidores efetivos. Tal vacância poderá ser minimizada com a realização de novo concurso público.

Para isso, no entanto, o órgão precisa receber autorização do governo federal. O aval foi pleiteado junto ao extinto Ministério do Planejamento nos anos de 2016 e 2017. Apesar do déficit, ambas foram negadas.

Agora, todas as expectativas estão voltadas para uma nova solicitação em 2019. Em função das alterações estruturais propostas pela gestão do presidente Jair Bolsonaro, os novos pedidos devem ser encaminhados ao Ministério da Economia.

Os órgãos federais têm até o dia 31 de maio de 2019 para encaminhar novos pedidos. O Dnit, até o momento, não confirmou se enviará nova solicitação.

Importante lembrar que, caso seja aprovada, a autorização não cria novos cargos no órgão. O certame será destinado somente ao preenchimento de cargos vagos em virtude de aposentadorias e exonerações.

Concurso Dnit 2019

Em 2017, data da última solicitação, o departamento pretendia publicar edital com 367 vagas. Foram solicitadas oportunidades nos níveis médio e superior, com a seguinte distribuição:

Nível médio

  • 119 vagas para técnico de suporte em infraestrutura de transporte;
  • 18 para técnico administrativo.

Em nível superior

  • 116 para analista administrativo;
  • 114 para analista em infraestrutura de transporte.

Os vencimentos iniciais dos cargos variam entre R$ 4.829,56 e R$ 10.826,82, dependendo do cargo.

Ainda que o órgão não tenha confirmado a solicitação do concurso DNIT 2019, é possível que a solicitação de vagas contemple, novamente estes cargos.

Histórico do Concurso Dnit

A autarquia já havia enviado solicitação de 1.098 vagas junto ao extinto Ministério do Planejamento em 2016, a qual foi negada. O documento previa preenchimento do quadro de servidores técnico e analista, nas áreas administrativa e infraestrutura de transportes.

Vale lembrar que o Dnit apresenta, atualmente, defasagem em seu quadro de servidores. O desfalque se deve às aposentadorias e exonerações, levando à ausência de cerca de 1.355 servidores nas áreas incluídas na solicitação de concurso.

Apostilas preparatórias baseadas nos últimos editais:

Cargos e salários do Concurso Dnit

Se aprovado, o concurso DNIT abrirá oportunidades para os cargos de técnico e analista nas áreas administrativa e infraestrutura de transportes, com exigência de níveis médio e superior de ensino, respectivamente.


De acordo com a Lei 13.371/2016, publicada em 15 de dezembro de 2016, o salário dos servidores do DNIT teve reajuste de 37%, pago em três parcelas até 2019. Com o reajuste, os vencimentos podem variar de R$ 2.618,46 à R$ 7.201,24.

O analista administrativo tem como atribuições realizar atividades administrativas e logísticas de nível superior relacionadas às funções atribuídas ao DNIT, utilizando recursos e equipamentos disponíveis.

O de suporte em infraestrutura de transportes executa atividades de estudos, pesquisas, planejamento e gerenciamento de projetos, fiscalização de convênios e contratos, acompanhamento de obras, operação e engenharia de tráfego. Os técnicos executam atividades de nível intermediário (no caso, na especialidade administrativa) e de suporte.

Concurso Dnit 2012

O concurso DNIT 2012 foi realizado pela Escola Superior de Administração Fazendária (Esaf), abrindo 1.200 vagas para técnico e analista. O concurso teve validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Os candidatos foram submetidos à provas objetivas e discursivas, com conteúdos cobrados conforme abaixo:

Técnico 

Objetiva 1 (comum a todos os cargos de técnico)

  • Língua Portuguesa (20 questões);
  • Raciocínio Lógico (cinco questões);
  • Direito Administrativo (dez questões);
  • Direito Constitucional (cinco questões);
  • Conhecimentos Básicos de Administração Financeira e Orçamentária (dez questões).

Técnico Administrativo

Objetiva 2

  • Conhecimentos Específicos (40 questões).

Técnico em Suporte em Infraestrutura de Transportes

Objetiva 2

  • Conhecimentos Específicos – Estradas, Laboratório e Topografia (40 questões).

Analista

Objetiva 1 (comum a todos os cargos de analista)

  • Língua Portuguesa (15 questões);
  • Raciocínio Lógico (cinco questões);
  • Direito Administrativo (dez questões);
  • Direito Financeiro (dez questões);
  • Direito Constitucional (cinco questões);
  • Conhecimentos Economia Brasileira Contemporânea (cinco questões).

Analista Administrativo

Objetiva 2

  • Conhecimentos Específicos – Ambiental, Geoprocessamento, Engenharia Civil (50 questões).

Analista em Infraestrutura de Transportes

Objetiva 2

  • Conhecimentos Específicos – Contábil, Tecnologia da Informação, Administrativa (50 questões).

Dicas para passar no concurso Dnit

O conteúdo programático cobrado nas provas, bem como demais detalhes do certame encontram-se disponíveis no edital.

Um dos principais itens para se dar bem em um concurso é conhecer sua banca organizadora. Caso mantenha a tradição do último, para o concurso DNIT, a banca organizadora responsável pode ser a Esaf e é importante conhecer suas características básicas.

A banca é conhecida por sua confiabilidade, mostrando-se como organizadora séria, sem casos de fraudes em seus exames. Possui grau mais elevado de dificuldade, já que costuma cobrar provas mais complexas em matérias como língua portuguesa e exatas.

Apostilas preparatórias baseadas nos últimos editais:

As questões são de múltipla escolha e exige pontuação mínima nas disciplinas para classificação do candidato. Como o grau de dificuldade das provas é alto, o ideal é que o candidato se prepare bem em todas as matérias pois, há casos em que o inscrito fez boa pontuação em uma disciplina mas, foi desclassificado por nota ruim em outra.

Durante a preparação, verifique as disciplinas com maior peso na área escolhida, bem como aquelas consideradas critérios de desempate. Não fique muito tempo sem contato com uma disciplina, fazendo rodizio de matérias em seu cronograma de estudo. Durante a prova, resolva primeiro as questões mais fáceis para, depois, passar às de complexidade maior.

Concurso DNIT: Novo edital será pleiteado junto ao governo federal
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário