Concurso Exército 2018: Detalhes sobre processos seletivos e inscrições

Corporação já lançou diversos editais no decorrer do ano, e outros ainda estão previstos para a seleção de profissionais de ensinos médio e superior.

Uma das corporações mais respeitadas do país, o Exército Brasileiro é alvo de centenas de jovens que desejam servir à Segurança Nacional. A instituição tem como missões contribuir para a soberania nacional, lei, ordem e poderes constitucionais, além de preparar a Força Terrestre, a fim de mantê-la sempre em prontidão.

No ano passado, o Exército abriu uma série de processos seletivos para o ingresso de jovens em suas escolas preparatórias. Alguns encontram-se em fase final, conforme veremos abaixo.

Concursos – Histórico e Previsões

No ano passado, o Exército Brasileiro abriu concursos e processos seletivos para preenchimento de vagas em seu quadro. Foram abertas vagas para candidatos com ensino médio e superior. O destaque vai para as escolas de formação, que lançou centenas de oportunidades para jovens interessados em ingressar em uma das maiores corporações do país.

Escola de Sargentos do Exército (concurso EsSA 2018)

O concurso de admissão foi aberto em março, ofertando 1.100 vagas nas áreas de Música, Geral/Aviação e Saúde.

  • Geral/Aviação: 910 vagas (masculino) e 100 vagas (feminino). Especialidades contempladas: Infantaria, Intendência, Artilharia, Topografia, Comunicações, Engenharia, Material Bélico e Aviação.
  • Saúde: 60 vagas em Enfermagem
  • Música: 30 vagas para Flauta, Clarineta, Saxfone, Trombone, Saxhorne, Tuba, Trompete/Flueghorne/Cornetim, Trompa

Para concorrer, os candidatos deveriam atender aos requisitos referentes à idade (entre 17 e 24 ou 26 anos, dependendo da especialidade), altura (1,55m para mulheres e 1,60m para homens), dentre outros previstos em edital.

O processo de seleção constou de duas fases. Na primeira, exame intelectual, avaliação de títulos, inspeção de saúde, exame de aptidão física e exame de habilitação musical (área Música). Na segunda, revisão médica e comprovação dos requisitos biográficos.

Análise das provas: os exames cobram disciplinas de Português, Literatura, História, Matemática, Geografia e Redação. Em Língua Portuguesa, o candidato deverá provar seus conhecimentos em leitura e interpretação textual, fonética, pontuação, ortografia, morfossintaxe e morfologia. Na última prova de Literatura, foram cobradas as escolas do Quinhentismo, Naturalismo e Romantismo. Em Matemática, atenção aos conteúdos de Conjuntos, Funções, Análise Combinatória, Trigonometria, Estatística, Análise Combinatória, Matrizes, Equações, Polinômios, Geometria, Probabilidade e Sequências Numéricas. Na prova de História, atenção para História do Brasil, desde a colonização até a República dos dias atuais. Também foi cobrado conhecimento sobre a expansão ultramarina européia dos séculos XV e XVI. Em Geografia, território, espaço, políticas ambientais, regionais e territoriais brasileiras, bem como população e modelo econômico do país.

Curso de Formação: é realizado em dois períodos. O primeiro é o período básico, que tem duração de 34 semanas e, ao final do qual, o aluno decide para qual área irá se dedicar. Suas unidades estão  localizadas no Rio de Janeiro, Jataí, Juiz de Fora, Blumenau, Recife, Fortaleza, Alegrete, Campo Grande, Jundiaí, Pouso Alegre e Pirassununga. O segundo é o período de qualificação, que tem duração de 43 semanas. Suas unidades se localizam em Três Corações, Taubaté e Rio de Janeiro.

No certame anterior, o concurso EsSSA 2017, foram registrados, aproximadamente, 111.000 inscritos. Por área, a concorrência foi de:

  • 73 candidatos/vaga para Música
  • 89 candidatos/vaga para Geral/Aviação (Masculino)
  • 147 candidatos/vaga para Saúde
  • 192 candidatos/vaga para Geral/Aviação (Feminino)

A lista de classificados na prova intelectual encontra-se no portal da EsSSA.

Escola Preparatória de Cadetes do Exército (concurso EsPCEx 2018)

O concurso de admissão foi aberto em maio, disponibilizando 445 vagas no Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira da Linha de Ensino Militar Bélico. As áreas foram distribuídas conforme abaixo:

  • Cadete Masculino: 400 vagas nas áreas de Material Bélico, Cavalaria, Infantaria, Comunicações, Engenharia e Intendência
  • Cadete Feminino: 45 vagas nas áreas de Material Bélico e Intendência

Para concorrer, os candidatos deveriam atender aos requisitos referentes à idade (entre 17 e 22 ou 26 anos, dependendo da especialidade, dentre outros previstos em edital.

O processo de seleção constou de exame intelectual, comprovação dos requisitos biográficos, inspeção de saúde e exame de aptidão física.

Os aprovados serão matriculados no curso que, por sua vez, é composto de disciplinas acadêmicas e militares, com carga teórica e prática. Os concluintes serão declarados Aspirantes a Oficial, sendo-lhes conferida a graduação de Bacharel em Ciências Militares.

Análise das provas: os exames cobram disciplinas de Português, Literatura, História, Matemática, Geografia, Química, Física, Inglês e Redação. O conteúdo é extenso, pois, costuma cobrar tudo o que foi visto no Ensino Médio. Na disciplina de Matemática, o candidato poderá focar em funções do segundo grau, conjuntos, logaritmos, potenciação e matrizes. Em Português, muita atenção nas matérias de semântica, nova gramática, análise sintática e morfologia. Na prova de Física, cuidado com os conceitos de termologia, cinemática, ondas, óptica e eletricidade. Já em Química, é mais cobrado as áreas de estrutura atômica, propriedades da matéria, reações e ligações químicas, funções orgânicas e inorgânicas, além de comportamento dos gases. Na parte de História, é bastante cobrado o conhecimento de Iluminismo, Absolutismo, Feudalismo, Renascimento, além de Primeira e Segunda Guerras Mundiais, e História do Brasil. Por fim, a prova de Inglês requer muita interpretação textual, funções gramaticais e vocabulário.

Curso de Formação: funciona em regime de internato e tem ano escolar que abrange os períodos letivos, férias e recessos. A duração das atividades, sejam aulas ou instruções, é de 45 minutos. Para ser aprovado no 1º Ano do Curso de Formação e Graduação de Oficiais de Carreira de Linha, o aluno que obtiver nota igual ou superior a 5,0 em cada uma das disciplinas curriculares. Ao término do ano letivo, o aluno será submetido à classificação geral de rendimento escolar. Tal classificação tem, por objetivo, destacar os melhores resultados do ano letivo e servirá de base para o ingresso na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).

Escola de Saúde do Exército (concurso EsSEx 2018)

O concurso de admissão foi aberto em julho, disponibilizando 143 vagas no Curso de Formação e Graduação de Oficiais Médicos (135), Farmacêuticos (04) e Dentistas (04). As áreas foram distribuídas conforme abaixo:

  • Área Médica: Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia (Cabeça e Pescoço, Cardiovascular, Geral, Torácica e Vascular), Clínica Médica, Endocrinologia e Metabologia, Gastroenterologia, Geriatria, Ginecologia e Obstetrícia, Hematologia e Hemoterapia, Mastologia, Medicina Intensiva, Neurocirurgia, Neurologia, Oncologia, Oftalmologia, Ortopedia/Traumatologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Proctologia, Psiquiatria, Radiologia, sem especialidade, Urologia e UTI Neonatal.
  • Área Odontológica: Prótese Dentária, Endodontia, Dentística Restauradora e Imaginologia dento-maxilo-facial.

Para concorrer, os candidatos deveriam atender aos requisitos referentes à idade (máximo de 36 anos), graduação na área de atuação, altura (mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres), idade (até 36 anos no último dia do ano da matrícula), dentre outros previstos no Edital Concurso ExSEX 2018 .

O processo de seleção constou de exame intelectual, inspeção de saúde, exame de aptidão física, revisão médica e comprovação dos requisitos biográficos.

Análise das provas: as provas cobram conhecimentos nas áreas específicas de atuação.

Curso de Formação: tem duração de 37 semanas e, dentre as atividades executadas durante o curso, estão duas semanas de estágio na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), exercícios de terreno e sobrevivência, visitas e estágios em Organizações das Forças Armadas, além de projetos interdisciplinares. Confira os detalhes no Manual do Candidato.

Escola de Formação Complementar do Exército (concurso EsFCEx 2018)

Publicado em 26 de junho, o edital do concurso EsFCEx 2018 ofereceu 20 vagas de nível superior nas áreas de Direito, Administração, Magistério História, Magistério Alemão, Magistério Francês, Magistério Biologia, Informática e Estatística.

As inscrições ficaram abertas entre os dias 27 de junho e 03 de agosto de 2018. Foi cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 120,00.

Ao final do período de formação, a remuneração inicial prevista é de R$ 6.993,00.

Para concorrer às vagas é necessário ter altura mínima de 1,55m para mulheres e 1,60m, para homens, idade máxima de 36 anos até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula, além de ser brasileiro nato.

Os candidatos serão avaliados por meio das seguintes fases:

  • Exame intelectual (EI)
  • Inspeção de saúde (IS)
  • Exame de aptidão física (EAF)
  • Verificação documental preliminar
  • Revisão médica e comprovação dos requisitos para a matrícula

Análise das provas: os exames abordam disciplinas de Língua Portuguesa, História e Geografia do Brasil, Língua Estrangeira (Espanhola ou Inglesa), além dos conhecimentos específicos de cada área.

Curso de Formação: tem duração de nove meses, entre março e novembro, em Salvador, durante os quais o aluno imerge em disciplinas voltadas à atividade militar. Ao longo do curso, os alunos realizam viagens para outras unidades, como Taubaté, Brasília, Resende e Rio de Janeiro. Tais incursões têm o objetivo de oferecer o conhecimento institucional, além de possibilitar o contato com atividades que serão realizadas após a formação. Quando formado, o aluno poderá definir em qual localidade irá “servir”.

Outras informações a respeito do certame, podem ser acessadas no edital do concurso EsFCEx, disponível no Diário Oficial da União de 26 de junho.

Concurso IME 2018 – Quadro de Engenheiros Militares

Uma das instituições militares mais respeitadas do país abriu edital em julho de 2018. Foram disponibilizadas 98 vagas para candidatos de nível superior, sendo 74 para o  Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa (CFG/Ativa) e 24 para admissão no Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Reserva (CFG/Reserva), ambas para o quadro de Engenheiros Militares.

Segundo a tabela de remuneração dos militares os vencimentos iniciais previstos foram de R$ 8.245,00.

Para concorrer os candidatos tiveram que comprovar idade máxima de 25 anos, completos entre o período de 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano do concurso, além de graduação superior na área da vaga a que irá concorrer.

Os inscritos serão avaliados por meio das etapas abaixo:

  • Prova objetiva (15 questões de Matemática, 15 questões de Física e 10 questões de Química)
  • Inspeção de Saúde
  • Teste de Aptidão Física

As inscrições ficaram abertas entre 10 de julho e 15 de agosto de 2018, ao custo de R$ 100,00.

Veja outras informações no Edital concurso IME 2018.

Histórico de concursos do Exército

Quadro de Engenheiros Militares:

Lançado em junho de 2017, promoveu a seleção de 98 oficiais de nível superior. As oportunidades se dividiram entre o Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa (CACFG/Ativa), com 74 vagas; e o curso de Formação e Graduação de Oficiais da Reserva (CACFG/Reserva), com 24 vagas.

O processo seletivo foi constituído por exame intelectual (provas objetivas e discursivas), inspeção de saúde e exame de aptidão física. As provas foram aplicadas nas cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas (SP), Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora (MG), Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São José dos Campos (SP), São Paulo e Vila Velha (ES).

Mais informações podem ser obtidas através do site: http://www.ime.eb.br/

Departamento de Engenharia e Construção:

Aberto em maio de 2017, objetivou a seleção de 59 profissionais, com vagas distribuídas entre dois editais.

O edital 001/2017 trouxe, como oportunidades, as áreas de Técnico de Nível Intermediário, Desenhista, Engenheiro Civil, Arquiteto, Analista (Ambiental e de Sistemas), Programador (Web Designer e PHP), Analista de Sistemas Sênior (Programação, AD/DBA, Web Designer e Requisitos/Testes), Arquiteto Sênior, Engenheiro (Civil Sênior e Eletricista Sênior).

Os aprovados têm atuação em obras e serviços de engenharia relativos à implantação dos Projetos Estratégicos e Estruturantes do Exército.

Por sua vez, o edital 002/2017 ofertou as oportunidades nas áreas de Analista de Geoprocessamento (Sênior II, Pleno I, Pleno II e Pleno III), Engenheiro (Cartógrafo e Agrimensor) e Técnico de Geoprocessamento.

A lotação dos aprovados se dará no Projeto de Desenvolvimento da Infraestrutura Geoespacial do Programa de Modernização da Gestão do Patrimônio da União. Os candidatos foram selecionados por meio de análise e validação da documentação.

As listas parciais dos convocados selecionados nas etapas estão disponíveis pelo link: https://goo.gl/deOCOJ

Inscrições Concurso Exército 2018

Há, ainda, previsão de lançamento de editais  em todo o decorrer do segundo semestre. As inscrições para o concurso Exército 2018 são recebidas em seguida à divulgação do documento. Sendo assim, o candidato deverá ficar atento, além de começar seus preparativos para o concurso Exército 2018!

Concurso Exército 2018: Detalhes sobre processos seletivos e inscrições
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário