scorecardresearch ghost pixel



Concurso Ministério da Fazenda: Aguardado edital com 1.161 vagas

Certame solicitado objetiva o provimento de oportunidades nos cargos de assistente e analista técnico administrativo, com escolaridade média e superior, respectivamente.



Mais um grande órgão deve abrir edital em breve, dessa vez, com grande oferta de vagas para aqueles que possuem o ensino médio! Trata-se do concurso do Ministério da Fazenda (concurso MF).

O pedido de 1.161 vagas para as carreiras de assistente técnico administrativo e analista técnico administrativo foi feito em 2018 e segue em análise pelo Ministério do Planejamento.

Concurso Ministério da Fazenda 2019

Para que o edital do concurso Ministério da Fazenda 2019 seja liberado, antes, é necessário que o Planejamento dê o aval. Até o momento, não há movimentações oficiais nesse sentido, mas a ansiedade pela autorização das vagas é maior a cada dia. A concorrência é alta, portanto, é importante que o candidato que almeja carreira no Ministério da Fazenda inicie já a sua preparação.

Caso o concurso não seja lançado ainda este ano, as chances de um edital em 2020 aumentam, devido a necessidade de renovação do quadro de funcionários.

Cargos e salários

O concurso do Ministério da Fazenda prevê a abertura de 1.161 vagas para os cargos de assistente técnico administrativo e analista técnico administrativo, cuja exigência de escolaridade é de ensino médio e superior, respectivamente.

O cargo de assistente técnico administrativo tem, dentre suas atribuições, executar atividades logísticas, técnicas, administrativas e de atendimento relacionadas às competências legais e constitucionais do Ministério da Fazenda, utilizando recursos e equipamentos disponibilizados para tais fins.

Apostilas preparatórias: Analista Técnico – Administrativo e Assistente Técnico Administrativo

O empossado será contratado pelo regime estatuário. Ou seja, com estabilidade prevista. O salário inicial é de R$ 3.756,82, incluindo o auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00. Será preciso cumprir uma jornada de 40 horas semanais.

Concurso Ministério da Fazenda 2014

O Ministério da Fazenda realizou concurso público organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf) em 2014. Foram ofertadas 1.026 vagas para a carreira de assistente técnico administrativo.

Os candidatos foram selecionados por meio de provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos. As disciplinas foram distribuídas em questões conforme quadro abaixo:

Provas Disciplina Questões
Conhecimentos Básicos Língua Portuguesa 20
Conhecimentos de Informática 10
Matemática e Raciocínio Lógico 10
Atualidades 10
Conhecimentos Específicos Regime Jurídico dos Agentes Públicos 5
Gestão de Pessoas e do Atendimento ao Público 5
Administração Pública Brasileira 5
Ética do Servidor na Administração Pública 5

O último concurso do Ministério da Fazenda para assistente técnico-administrativo recebeu 263.700 inscritos para 1.026 postos, gerando uma demanda de 257 candidatos por vaga. A partir daí, nota-se a necessidade de grande preparo para o certame.

Maiores informações sobre o concurso podem ser acessadas no edital do último certame, para acessar clique aqui.

Dicas para passar no concurso Ministério da Fazenda

Um dos principais itens para se dar bem em um concurso é conhecer sua banca organizadora. Caso mantenha a tradição do último, para o concurso DNIT 2017, a banca organizadora responsável pode ser a Esaf. Portanto, é importante conhecer as características básicas para poder sair-se bem nas provas.

A banca é conhecida por sua confiabilidade, mostrando-se como organizadora séria, sem casos de fraudes em seus exames. Possui grau mais elevado de dificuldade, já que costuma cobrar provas mais complexas em matérias como língua portuguesa e exatas.

Apostilas preparatórias: Analista Técnico – Administrativo e Assistente Técnico Administrativo

As questões são de múltipla escolha e exige pontuação mínima nas disciplinas para classificação do candidato. Como o grau de dificuldade das provas é alto, o ideal é que o candidato se prepare bem em todas as matérias. Visto isso, há casos em que o inscrito fez boa pontuação em uma disciplina, porém foi desclassificado por nota ruim em outra.


É importante observar, também, o peso de cada disciplina, bem como aquelas que são requisitos para critério de desempate. No caso das provas do MF 2014, Língua Portuguesa e as matérias de Conhecimento Específico tinham peso 2. A prova de Língua Portuguesa possuía maior número de questões.

Como critério de desempate, seguindo o fator idade, priorizando candidatos maiores de 60 anos, estão maiores pontuações em Língua Portuguesa. Posteriormente, será considerada a maior nota na prova de Conhecimentos Específicos.

Concurso Ministério da Fazenda 2020

O último pedido de realização de certames para o órgão é de 2017, e segue tramitando no Ministério do Planejamento. Em virtude da quantidade de aposentadorias, espera-se que ele seja autorizado ainda em 2019. Entretanto, caso isso não aconteça, as chances de realização do concurso Ministério da Fazenda 2020 são bastante altas.

Concurseiros que desejam tentar uma vaga no órgão devem seguir se preparando. Afinal de contas, quanto maior o tempo de preparação, maiores são as chances de alcançar uma vaga no concurso Ministério da Fazenda 2020.




Voltar ao topo

Deixe um comentário