Concurso MJ 2019: Confira as vagas previstas para o Ministério da Justiça

Ministério da Justiça tem solicitação em análise para 105 vagas no cargo de agente administrativo, que exige ensino médio completo.

O Ministério da Justiça (MJ) pode ganhar reforços em breve! Com a transição do governo, muitas áreas devem sofrer alterações, incluindo os ministérios. O nome do juiz federal Sergio Moro é o mais cotado para assumir a Pasta.

Em sua primeira entrevista coletiva depois da indicação, ele garantiu que pretende fazer uma “progressiva profissionalização do serviço público civil”. Isso significa que pode haver uma redução no quadro de servidores comissionados, consequentemente, aumentando o número de concursados.

Apesar de ainda não ter nada concreto, concurseiros de todo o país se animaram com o posicionamento de Moro. Além disso, há grandes possibilidades de que o Ministério da Segurança Pública seja incorporado ao Ministério da Justiça.

Isso significa que Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal serão uma responsabilidade do MJ. A Segurança é uma das maiores preocupações do novo governo. Dessa forma, para viabilizar as ações que Moro pretende implementar em sua gestão, será necessário aumentar o número de servidores das corporações, o que acontecerá via concurso público.

Concurso Ministério da Justiça – MJ 2019

A última solicitação de concurso para o Ministério da Justiça da qual se tem notícia foi feita em 2017. O pedido contempla 105 vagas em nível médio para o cargo de agente administrativo. O documento segue em análise pelo Ministério do Planejamento e recebeu movimentações pela última vez em junho do referido ano.

O concurso mais recente para a área foi realizado em 2009. Ou seja, já são quase dez ano sem contratações de efetivos para a função.

Fusão Ministério da Justiça e Ministério da Segurança Pública

A eleição de Jair Bolsonaro deve causar importantes mudanças na Esplanada dos Ministérios. Apesar de ainda estar na fase de transição, algumas alterações já estão mais certas do que outras.

Uma delas é a reorganização do Ministério da Justiça, que passará a englobar Ministério da Segurança Pública, Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e Conselho de Atividades Financeiras (Coaf), atualmente vinculado ao Ministério da Fazenda.

A mudança poderá afetar diretamente na realização de concursos públicos. Por conta dessa reorganização, Ministério da Justiça assumirá as responsabilidades da Segurança Pública, incluindo Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Os três órgãos trabalham com déficit de servidores. Apesar de os dois primeiros tem recebido autorização para 500 vagas, cada, há grande necessidade de reposição de postos em nível médio. O Depen, por sua vez, um pedido para criação de 1.580 vagas está sendo analisado pelo governo.

Sendo assim, para 2019, há possibilidades de que tanto o Ministério da Justiça, quanto órgãos vinculados a ele, lancem oportunidades em concursos públicos.

Último concurso MJ

Tendo o Cebraspe como banca organizadora, e mais de 11 mil candidatos, o último concurso do MJ acontece em 2013. Na ocasião foram ofertadas 125 vagas em nível superior. As oportunidades foram destinadas ao cargo de analista técnico-administrativo (100), que permite formação em qualquer área.

Também houve vagas para funções que requerem formação específica, sendo elas engenheiro elétrico (duas), engenheiro civil (oito), economista (quatro), contador (uma) e administrador (dez). Para elas, outro requisito imprescindível foi  o registro no órgão de classe.

Os aprovados tiveram vencimentos variáveis entre R$ 3.980,62 e R$ 5.081,18, em cumprimento de jornadas de trabalho de 40 horas semanais.

Na ocasião os candidatos foram avaliados por meio de provas objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório. A primeira constou de 50 perguntas de conhecimentos e 70 perguntas de conhecimentos específicos.

A homologação do resultado final foi publicada em edição do Diário Oficial em 02 de dezembro de 2013. A contar desta data, o concurso MJ 2013 teve validade de 12 meses, prorrogado por mais 12 meses.

Demais informações podem ser consultadas no Edital concurso MJ 2013.

Concurso MJ: O que estudar?

O último concurso realizado pelo Ministério da Justiça data de 2013. Os candidatos de nível superior, distribuídos entre vários cargos, foram avaliados mediante aplicação de provas objetiva e discursiva. De acordo com o conteúdo programático presente no edital, eles tiveram que demonstrar conhecimentos nas matérias abaixo relacionadas.

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Legislação Específica;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo (exceto para o cargo de analista técnico-administrativo);
  • Atualidades (somente para o cargo de analista técnico-administrativo);
  • Conhecimentos específicos de cada área.

A solicitação em análise, entretanto, conta apenas com vagas para a carreira de agente administrativo. Para ela, a última seleção aplicou provas em 2009. Os participantes foram avaliados apenas por meio de provas objetivas, compostas pelas seguintes disciplinas.

  • Língua Portuguesa;
  • Conhecimentos de Informática;
  • Conhecimentos Básicos de Direito;
  • Legislação Relacionada ao MJ.

Confira o conteúdo programático detalhado acessando o Edital agente administrativo concurso MJ 2009.

Concurso MJ 2019: Confira as vagas previstas para o Ministério da Justiça
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário