Concurso Polícia Civil – PC RS 2018: Editais em andamento e previsões para este ano

Atualmente a PC RS está com dois editais em andamento. Um com 100 vagas para Delegado, com iniciais de R$ 20 mil. E outros com 1.200 vagas, divididas entre Inspetor e Escrivão.

As oportunidades de carreiras policiais em 2018 têm movimentado o cenário dos concursos públicos. Diversos estados, apesar de cortes orçamentários, lançaram novos certames para a área. Isso porque a preocupação com a Segurança Pública é unânime, tendo em vista a redução da violência, cujos índices são alarmantes. Um dos estados que têm concursos em andamento é o Rio Grande do Sul.

Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PC RS) publicou recentemente dois editais de concurso público para provimento de seus postos efetivos. O primeiro ofertou 1.200 vagas divididas entre as carreiras de Inspetor e Escrivão. Já o segundo ofertou 100 vagas para Delegado. Totalizando assim, 1.300 oportunidades.

Veja todas as informações sobre os certames da PC RS nos tópicos abaixo!

Comece a estudar: Apostila preparatória para Delegado de Polícia – PCRS 2018

Concurso Delegado PC RS – 2018

Publicado em 22 de fevereiro, e ainda em andamento, o concurso vai, ao final da seleção, contratar 100 novos Delegados para o estado. Para participar os candidatos tiveram que comprovar formação superior de bacharel em Direito.

Além disso, foi preciso comprovar no mínimo três anos de atividade jurídica ou policial, exercidas após a colação de grau. Outro requisito exigido é possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, no mínimo categoria B, até o dia de matrícula no Curso de Formação Profissional.

Os candidatos aprovados farão jus a salário de R$ 20.353,06. A contratação será via regime estatutário e a carga horária semanal é de 40 horas. 

As inscrições foram realizadas via internet, pelo endereço eletrônico da organizadora, entre os dias 26 de fevereiro e 27 de março de 2018. A taxa de inscrição teve o valor de R$ 187,77.

A organização do certame é da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (Fundatec), com participação da Ordem dos Advogados do Brasil.

A contar da data de homologação, o concurso será válido por dois anos, com possível prorrogação pelo mesmo tempo.

O edital está disponível a partir da página 88 no Diário Oficial, que pode ser acessado pelo link: https://goo.gl/YxM2Af

Concorrência concurso Delegado PC RS – 2018

No dia 05 de abril, a Fundatec, empresa responsável pelo certame anunciou a demanda de candidatos por vaga. Ao todo, 16.038 candidatos realizaram a inscrição para tentar aprovação em uma das 100 vagas disponíveis.

A idade média dos inscritos é 33,13 anos, sendo que a maior parte dos candidatos, 9.576, possuem entre 26 e 35 anos de idade. No que diz respeito ao sexo, 39% dos inscritos foram mulheres e os demais, 61%, foram homens.

Concurso Escrivão e Investigador PC RS – 2018

Também em andamento, o concurso para Inspetor e Escrivão da PC RS – 2018 abriu seu período de inscrições em dezembro do ano passado. Tendo a Fundatec como banca organizadora, o certame ofertou 1.200 vagas distribuídas, igualmente, entre as carreiras de Inspetor e Escrivão.

As duas carreiras exigem formação em nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 6.366,80.

Os candidatos estão sendo avaliados por meio de provas objetivas, discursivas, capacitação física, sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de saúde e psicológicos, além do curso de formação.

As inscrições encerraram no dia 19 de janeiro e as provas aconteceram no dia 25 de fevereiro. Foram registradas 44.238 inscrições, sendo a maior parte delas no cargo de inspetor (24.870). Para escrivão, foram registrados 19.368 participante.

Comece a estudar: Apostila preparatória para Delegado de Polícia – PCRS 2018

Sendo assim, foi gerada a concorrência de 41,45 candidatos por vaga para Inspetor e 32,28 para Escrivão. Para efeitos de comparação, foram 30.049 inscrições, a mais, do que as registradas no certame de 2013.

Este concurso da PC RS teve o edital retificado no mês de janeiro. Com as alterações, foi incluído um item referente à nota obtida no Curso de Formação. Segundo a retificação, a ordem de classificação será obedecida na escolha de lotação.

Também foram indicados referências e programas relacionados à prova escrita de ambos os cargos. As alterações foram publicadas na edição do dia 18 de janeiro do Diário Oficial do Estado.

Cargos, salários e atribuições

Atualmente com dois editais em andamento, a PC RS está ofertando 100 vagas para a carreira de Delegado e outras 1.200 divididas igualmente entre os cargos de Inspetor e Escrivão. As três carreiras exigem formação em nível superior, sendo exclusiva em Direito para Delegado.

No primeiro, a remuneração inicial é de R$ 5.992,98. No entanto, a partir de novembro de 2018, os dois cargos perceberão remunerações de R$ 6.366,80. Já no segundo edital publicado, somente com vagas para Delegado, o ganho inicial será de R$ 20.353,06.

Abaixo, seguem maiores detalhes a respeito das três funções.

  • Escrivão: exige formação de nível superior em qualquer área, além de CNH categoria “B” (mínima). Dentre suas funções, estão a escritura e orientação de livros cartorários de delegacias; lavras atos de prisão e apreensão, além de termos de ocorrência e declarações; lavrar e expedir certidões.
  • Inspetor: possui as mesmas exigências quanto à formação e obtenção de CNH. O inspetor tem, entre suas atribuições, a realização de diligências, atos investigatórios e operações; efetuar prisões, buscas e apreensões; atualização dos bancos de dados que sejam de interesse da investigação.
  • Delegado: é preciso ter formação de nível superior de bacharel em Direito, além de três anos de atividades jurídicas ou policiais, exercidas após a colação de grau. Outra exigência é possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, no mínimo categoria B, até o dia de matrícula no Curso de Formação Profissional.

Os servidores deverão cumprir jornada de 40h semanais, em regime de dedicação exclusiva.

Concurso PC RS – 2013

Organizado pela Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), o certame ofertou 700 vagas nas carreiras de escrivão e inspetor. As oportunidades foram distribuídas, igualmente, entre os cargos que requerem nível superior. Os candidatos foram avaliados por meio da aplicação de:

  • Provas de Capacitação Intelectual
  • Provas de Capacitação Física
  • Exames de Saúde
  • Avaliação Psicológica
  • Sindicância de Vida Pregressa
  • Curso de Formação

O concurso registrou 14.189 inscritos, sendo 8.321 para inspetor e 5.868 para escrivão. O certame teve validade de dois anos, contados a partir de sua homologação, passível de prorrogação por igual período. Maiores informações podem ser verificadas pelo edital, acessível pelo link: goo.gl/ZWe1K

Provas Concurso PC RS – 2018

Delegado:

O certame será dividido em duas etapas. A primeira delas, composta por provas teóricas (eliminatória e classificatória), prova de capacidade física, sindicância da vida pregressa e atual, exames de saúde e avaliação de aptidão psicológica (eliminatórias). A segunda etapa é o Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório.

A avaliação teórica será dividida em três partes. No dia 20 de maio de 2018 deve acontecer a fase preliminar. Esta é constituída de prova preambular, com questões objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. O conteúdo programático, quantidade de questões e pontuação estão demonstrados no quadro abaixo:

Os aprovados na fase preliminar estarão aptos a realizar a fase intermediária, que consiste em prova escrita discursiva, de caráter eliminatório e classificatório. Da mesma forma, o conteúdo programático, quantidade de questões e pontuação estão demonstrados abaixo:

Os aprovados nesta, passarão pela fase final constituída de prova oral e prova de títulos, de caráter exclusivamente classificatório.

Inspetor e Escrivão:

Abaixo, confira detalhes a respeito da divisão de etapas pelas quais os inscritos no certame estão sendo avaliados:

  • Prova objetiva (80 questões)
  • Redação (texto entre 35 e 50 linhas sobre tema proposto)
  • Prova de Capacitação Física
  • Sindicância de vida pregressa e investigação social
  • Exames de Saúde / Avaliação Psicológica
  • Curso de Formação Profissional

Nas provas objetivas, foram cobrados conteúdos de:

As provas intelectuais foram realizadas no dia 25 de fevereiro de 2018. Maiores informações podem ser verificadas no edital.

Sobre a banca organizadora

O conhecimento prévio da banca organizadora é um fator importante para o sucesso nas provas. Conhecimento o perfil da empresa, o candidato saberá como o conteúdo é cobrado, assim como o estilo de prova. A banca escolhida para a organização dos concursos da Polícia Civil do Rio Grande do Sul foi a Fundatec.

O nível de dificuldade varia de acordo com a prova. Nas provas de Língua Portuguesa, traz textos base a partir dos quais, desenvolve questões interpretativas, e são de nível mais fácil. Porém, atente-se à gramática, conteúdo bastante cobrado.

As provas de Direito, também, são consideradas fáceis e exigem a lei em seu texto mais puro. A dica, então, é estudar a lei e fazer resumos dos textos constitucionais. Já as provas de Informática podem apresentar maior grau de dificuldade. Nelas, podem ser cobradas questões que abordem atalhos e caminhos para realizar determinada função.

Inscrições Concurso PC RS – 2018

O período de inscrições para o concursos da PC RS já estão encerrados. As mesmas foram aceitas pelo site da banca organizadora, sob o pagamento de taxa no valor de R$ 182,41 para Inspetor e Escrivão e R$ 187,77 para Delegado.

Comece a estudar: Apostila preparatória para Delegado de Polícia – PCRS 2018

Concurso Polícia Civil – PC RS 2018: Editais em andamento e previsões para este ano
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário