scorecardresearch ghost pixel

Concurso Polícia Federal: Liberado edital com 1.500 vagas. Até R$ 23 mil!

Novo certame traz oportunidades para carreiras de nível superior de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. Remunerações chegam a R$ 23 mil.

O ingresso em uma carreira na Polícia Federal (PF) é, sem dúvida, o grande sonho de muitos concurseiros. O prestígio e credibilidade da corporação, aliado às remunerações e benefícios, fazem deste concurso um dos mais concorridos do país.

Apostilas preparatórias: Delegado de Polícia FederalAgente de Polícia Federal e Agente Administrativo

Aqueles que desejam ingressar em alguma carreira da corporação já podem comemorar. Isso porque foi publicado o edital PF 2021. Saiba os detalhes da seleção a seguir.

Concurso Polícia Federal 2021

O edital do concurso PF 2021 está oficialmente liberado. O novo certame da corporação vai ofertar 1.500 vagas para provimento imediato e mais 500 para formação de cadastro reserva.

As oportunidades estão divididas entre os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. Todas exigem nível superior. Somente a função de delegado busca graduação específica, neste caso, em Direito.

Inicialmente, a expectativa era de que fossem autorizadas 2 mil vagas, como declarado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o Ministério da Economia decidiu por um quantitativo menor, no que se espera uma boa utilização do cadastro reserva.

Com o Cebraspe como banca organizadora responsável pelo certame, os aprovados na seleção terão ganhos de até R$ 23 mil. Veja como ficou a distribuição das 1.500 vagas do concurso PF:

Cargos Vagas para Ampla Concorrência Vagas reservadas aos candidatos negros Vagas reservadas aos candidatos com deficiência
Delegado de Polícia Federal 91 25 7
Agente de Polícia Federal 669 179 45
Escrivão de Polícia Federal 300 80 20
Papiloscopista de Polícia Federal 62 17 5
  • Saiba mais sobre os salários e requisitos do concurso PF

Um dos editais visa o preenchimento de vagas para o cargo de agente policial. A carreira exige curso superior em qualquer área e carteira de habilitação. Remunerações podem chegar a R$ 12.522,50. Também houve liberação para o cargo de delegado, com exigência de nível superior em Direito, mais experiência de três anos. A remuneração chega a R$ 23.692,74.

Entre outras oportunidades divulgadas, o certame contará com vagas para escrivão e papiloscopista, que exigem nível superior em qualquer área. O ganho inicial para ambas carreiras é de R$ 12.522,50. Confira a seguir os cargos, requisitos e salários para o certame:

  • Agente de Polícia Federal: R$ 12.522,50;
  • Escrivão de Polícia Federal: R$ 12.522,50;
  • Papiloscopista de Polícia Federal: R$ 12.522,50;
  • Delegado de Polícia Federal: R$ 23.692,74.

Vale ressaltar que, além desses valores, serão oferecidas aos futuros servidores outros benefícios, como auxílio-alimentação, ganhos adicionais por lotação em fronteira, entre outros.

  • Etapas e conteúdo cobrado na prova do concurso Polícia Federal

O concurso da PF 2021 será composto de prova objetiva e discursiva, além de outras etapas, das quais: teste de aptidão física, avaliação médica, avaliação pedagógica e outras. As provas objetivas e discursivas serão realizadas na data de 21 de março de 2021.

Agente

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Escrivão

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Prova prática de digitação, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Papiloscopista

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Delegado

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Prova oral, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Avaliação de títulos, de caráter classificatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Em se tratando da segunda fase, ela acontecerá na Academia Nacional de Polícia, com realização no Distrito Federal. Posteriormente, no mesmo local, também será realizada a avaliação psicológica, de caráter eliminatório.

Inscrições concurso Polícia Federal 2021

Interessados poderão se inscrever no prazo de 22 de janeiro a 9 de fevereiro de 2021 no site do Cebraspe, banca organizadora. A taxa de inscrição varia de acordo com a função pretendida, sendo, sendo de R$ 180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista, e R$ 250 para Delegado. Os pagamentos acontecem até março de 2021.

Candidatos que buscam solicitar isenção da taxa de inscrição devem acessar link específico no portal da banca organizadora. Para mais detalhes, não deixe de conferir na íntegra o Edital Concurso PF 2021.

Concurso Polícia Federal 2018 – Concurso PF 2018

O concurso PF 2018 ofertou inicialmente 500 vagas de nível superior divididas entre as carreiras abaixo:

  • Perito criminal federal (60 vagas);
  • Delegado de Polícia Federal (150 vagas );
  • Papiloscopista (30 vagas);
  • Escrivão de Polícia Federal (80 vagas);
  • Agente da Polícia Federal (180 vagas).

Os salários ofertados variaram entre R$ 12.940,69 e R$ 22.672,48. As jornadas de trabalho são de 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva. Aprovados que forem lotados em áreas fronteiriças recebem ainda o Adicional de Fronteira, que é de R$ 91,00 por dia de trabalho, o que pode render até R$ 2 mil mensais.

Para concorrer às vagas de delegado foi preciso ter graduação superior em Direito, além de, ao menos, três anos de atividade jurídica comprovadas, após a colação de grau. As vagas de perito criminal foram específicas para 14 áreas, entre elas, Medicina, Engenharia (Civil, Elétrica, Agronômica), Química, Farmácia, Informática, entre outras. O requisito de escolaridade para as demais carreiras é formação superior em qualquer área de atuação.

A avaliação dos candidatos foi composta por:

  1. Provas objetivas e discursivas (aplicadas no mesmo dia);
  2. Teste de aptidão física (TAF);
  3. Exame médico;
  4. Avaliação psicológica (psicotécnico).

De acordo com a retificação do edital, a data de aplicação das provas teóricas foi alterada para o dia 16 de setembro de 2018. Houveram locais de prova em todas as capitais brasileiras, além do Distrito Federal.

Veja mais informações: Edital concurso PF 2018.

Histórico concurso Polícia Federal 2018

Confirmando as expectativas, o Cebraspe/Unb foi o responsável técnico pela execução do certame. A portaria autorizativa foi publicada na edição de 20 de abril do Diário Oficial da União. O concurso teve o objetivo de reestruturar o efetivo da PF, que sofre com o déficit de profissionais. Além disso, o certame anterior para agente foi realizado em 2014 e, em 2013, para delegado e escrivão.

O déficit trouxe nova preocupação no início de março. No dia 4 do referido mês, PF tornou-se responsável pela investigação de crimes virtuais contra mulheres. O sindicato da categoria enxerga a incumbência como louvável e reflexo da confiança no trabalho da legislação.

Prova e conteúdo programático concurso Polícia Federal

A primeira fase do concurso PF 2018 foi composta pelas provas de caráter teórico. Os exames foram aplicados no dia 16 de setembro de 2018. De acordo com o edital elas versaram sobre o conteúdo programático abaixo

Agente de Polícia Federal: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico, Informática e Contabilidade Geral.

Delegado: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário e Direito Financeiro e Tributário.

Escrivão de Polícia: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico, Informática, Contabilidade Geral e Arquivologia.

Papiloscopista: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e Processual Penal, Legislação Especial, Estatística, Raciocínio Lógico, Informática, Arquivologia, Biologia, Física e Química.

Perito Criminal: Língua Portuguesa, Informática, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos de acordo com a área do cargo.

Últimos concursos da Polícia Federal

O último concurso para agente da Polícia Federal havia sido realizado em 2014, sob organização do Cebraspe, com abertura de 600 vagas. Os candidatos foram submetidos a provas objetiva, discursiva, aptidão física e avaliações médicas e psicológicas. Os aprovados passaram, ainda, pelo Curso de Formação Profissional.

Apostilas preparatórias: Delegado de Polícia FederalAgente de Polícia Federal e Agente Administrativo

Em 2013, também pelo Cespe/Unb, a corporação abriu certame para provimento de 564 vagas entre agentes administrativos (nível médio) e cargos em nível superior (Administrador, Arquivista, Assistente Social, Contador, Engenheiros Civil, Eletricista e Mecânico, Psicólogo. A avaliação foi feita por meio de provas objetiva e discursiva.

Já em 2012, a mesma banca organizou o edital para contratação de 150 vagas no cargo de Delegado, realizado em duas etapas. Na primeira, constando de provas objetivas e discursivas, exames de médico e de aptidão física, avaliação de títulos e prova oral. Os aprovados em primeira fase seguiram para o Curso de Formação.

Últimas provas concurso Polícia Federal

Como visto, os últimos concursos para a Polícia Federal foram organizados pelo antigo Cespe/Unb, atual Cebraspe, com conteúdos e etapas específicos para cada cargo. Os conteúdos para a prova de agente em 2014 foram Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Administração, Contabilidade, Economia, Direito Penal, Administrativo, Processual Penal e Constitucional e Legislação Especial.

Edital: Concurso Polícia Federal 2014 – Edital nº 55 – DFP/DFP

Em 2013, além dos conhecimentos específicos, foram cobrados, para os cargos de nível superior, Língua Portuguesa, Noções de Informática, Raciocínio Lógico, Noções Direito Administrativo e Constitucional. Para os cargos de nível intermediário, também foram cobradas Atualidades. Na redação, também de caráter eliminatório e classificatório, os candidatos tiveram que produzir um texto dissertativo de até 30 linhas com tema proposto pela banca.

Edital: Concurso Polícia Federal 2013 – Edital nº 28 DGP/DPF

Já para o cargo de delegado, o conteúdo programático constava de Direito Constitucional, Administrativo, Penal, Processual Penal, Civil, Processual Civil, Previdenciário, Financeiro, Tributário, Internacional Público, Empresarial e Criminologia.

Edital: Concurso Polícia Federal 2012 – Edital nº 11 DGP/DPF

Concorrência PF – Candidato por vaga concurso Polícia Federal

Em 2018, no último concurso realizado, foram registradas mais de 147 mil inscrições. Confira o detalhamento por cargo:

  • Delegado: 17.816 inscritos / 118,77 candidatos por vaga;
  • Agente: 92.671 inscritos /  514,84 candidatos por vaga;
  • Escrivão: 12.663 inscritos / 158,29 candidatos por vaga;
  • Papiloscopista: 6.452 inscritos / 215,07 candidatos por vaga.

Para perito criminal, a área mais concorrida foi a 12 (medicina), com 1.701 inscritos concorrendo a duas vagas, ou seja, demanda total de 850,50 candidatos por vaga. No certame de 2014, a demanda média de candidatos por vaga para agente foi de 163,50, considerando cotistas e vagas para pessoas com deficiência.

Em 2013, no concurso para cargos de níveis médio e superior, a demanda geral foi de 573,32 candidatos por vaga (veja aqui). Já para delegado, em 2012, a concorrência foi de 310,89 candidatos por vaga (veja aqui).

Apostilas preparatórias: Delegado de Polícia FederalAgente de Polícia Federal e Agente Administrativo


Voltar ao topo

Deixe um comentário