Artigos

Concurso TRE-RS: órgão tem grandes chances de abrir edital em breve

Órgão realizou seu concurso público em 2015, sob a organização do Cespe/Unb, contemplando os cargos de técnico e analista na oferta de 16 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva.

A busca pela carreira pública, sem dúvida alguma, move o imaginário de milhares de brasileiros que se dedicam aos estudos por horas a fio. A procura abrange tanto órgãos municipais quanto os pertencentes às esferas estaduais e federais. Alguns deles, porém, chamam mais a atenção dos concurseiros devido aos altos salários proporcionados.

Um deles é o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Órgão do Poder Judiciário que gerencia as eleições de âmbito estadual, tem como instância superior, em matéria eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral, sediado em Brasília – Distrito Federal.

Os TRE’s dos Estados e, também, do DF trazem, sempre, elevada concorrência em todos os concursos lançados por eles. O TRE – RS está, claro, incluso neste meio! O último certame realizado pelo órgão data de 2015, organizado pelo Cebraspe (Cespe/Unb). Na ocasião, foram disponibilizadas 16 vagas para contratação imediata e formação de cadastro de reserva nos cargos de técnico e analista.

Sobre o TRE – RS

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE/RS) é órgão do Poder Judiciário Federal. Surgiu no ano de 1932, quando, para gerir as eleições do ano seguinte, foram criados os tribunais regionais no país, além de instalado o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O TRE/RS é instância recursal da Justiça Eleitoral e tem as Zonas Eleitorais como suas subordinadas. Atualmente, no Estado, são 173. O órgão tem o TSE como órgão máximo.

O TRE/RS tem seus servidores lotados em três prédios da Capital, sendo elas a sede localizada na Rua Duque de Caxias, e nos anexos 1 e 2 na Av. Padre Cacique, 96, onde funcionam, também, a Central de Atendimento ao Eleitor e os 10 cartórios eleitorais da capital. Também atuam nas outras 163 zonas eleitorais da região metropolitana e interior do estado.

Cargos e atribuições

O Concurso TRE – RS tem seu quadro funcional de servidores efetivos composto pelos cargos de técnico e analista. As carreiras exigem, respectivamente, a conclusão dos níveis médio e superior por parte do futuro servidor. No entanto, dependendo da especialidade (apoio especializado), poderá ser exigida escolaridade em graduações específicas.

O analista administrativo tem como atribuição executar atividades de nível superior relacionadas com a administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, assim como desenvolvimento organizacional e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais. A remuneração prevista no último edital foi de R$9.662,84.

O analista judiciário – apoio especializado tem como atribuições executar atividades de apoio, em nível superior, nas áreas de sua especialidade, tais como registro, tradução e revisão de notas taquigráficas; processamento de feitos e apoio a julgamentos. A remuneração prevista no último edital foi de R$9.662,84.

Já o técnico exerce atividades de nível intermediário ou de apoio que, também, estejam relacionadas à sua área de especialidade. Incluem-se funções de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, controle interno, bem como as de desenvolvimento organizacional e suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais; programação de sistemas informatizados; operação e manutenção de equipamentos de informática. A remuneração prevista no último edital foi de R$6.224,79.

Concurso TRE – RS 2015

O último concurso realizado pelo TRE – RS foi lançado no ano de 2015, e teve o Cebraspe (Cespe/Unb) como sua banca organizadora. Na ocasião, o certame ofertou o total de 16 vagas para contratação imediata mais aquelas destinadas à formação de cadastro de reserva nos cargos de analista (sete) e técnico judiciários (nove). Os cargos exigiram, respectivamente, ensinos superior e médio/técnico. O conteúdo programático das provas foram distribuídos de acordo com o quadro abaixo:

– Analista Judiciário – Área: Administrativa:

Conteúdo Programático TRE RS - Cargo de Analista Judiciário – Área: Administrativa

– Nível médio (exceto para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa)

Conteúdo Programático TRE RS - Cargos de nível médio (exceto para o cargo de Técnico Judiciário – Área: Administrativa)

– Analista Judiciário – Área: Administrativa

Conteúdo programático TRE RS - Cargo de Analista Judiciário – Área: Administrativa

– Nível superior (exceto para o cargo de Analista Judiciário – Área: Administrativa)

Conteúdo Programático TRE RS - Cargos de nível superior (exceto para o cargo de Analista Judiciário – Área: Administrativa)

Os candidatos aprovados receberam remunerações iniciais de R$6.224,79 (para a carreira de técnico) e R$9.662,84 (para o cargo de analista), já contando com o vencimento base somado à Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e Vantagem Pecuniária Individual (VPI).

Os candidatos foram selecionados por meio da aplicação de provas objetivas de Conhecimentos Básicos e discursivas (para todos os cargos, sendo a resolução de duas questões práticas ou redação, dependendo do cargo escolhido). As provas foram aplicadas na capital do Estado, Porto Alegre.

A carga horária a ser cumprida é de 40h semanais, salvo casos previstos em legislação específica. Os candidatos nomeados foram lotados nos Cartórios Eleitorais do Estado ou na Secretaria do TRE – RS.

O Concurso TRE – RS registrou 20.044 inscritos, recebendo o maior número de candidatos para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, com 12.116 concorrentes. A validade do certame é foi dois anos após sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período. Maiores informações podem ser obtidas por meio do edital, disponível clicando aqui.

Sobre a banca organizadora

Concuseiros experientes sabem bem o quanto conhecer, previamente, o perfil da banca organizadora do concurso pretendido é importante e pode render valiosos pontos na classificação. Com isso, será possível identificar o estilo da prova elaborada pela empresa, assim como costuma cobrar o conteúdo programático disposto no edital.

Ainda não há informações quanto à realização do próximo certame do TRE-RS e, por conseguinte, sobre uma provável banca organizadora. Mas, podemos analisar o perfil da empresa contratada no concurso anterior, realizado em 2017, o Cespe/Unb (atual Cebraspe).

A banca inclui a cobrança de conhecimento global do conteúdo e não apenas sua memorização. Na área jurídica, as questões de Direito abordam situações para que o candidato faça seu julgamento. Diferente da FCC, não aplica a letra da lei, mas, aborda doutrinas, jurisprudência e entendimento.

O ideal é que o candidato resolva as questões anteriores, principalmente do mesmo órgão, para que o candidato verifique como a banca aborda determinado conteúdo, até porque ela não costuma cobrar todo o edital nas provas. A qualidade técnica das provas é constante, até mesmo para selecionar o candidato que estiver bem preparado.

Concurso TRE – RS 2017/2018

A expectativa em torno do lançamento de um novo edital para o TRE – RS é grande. Como mencionado, o órgão realizou seu último concurso ainda em 2015, com provas aplicadas em janeiro de 2016.

A validade do certame, conforme edital, é de dois anos após sua homologação ser divulgada, podendo ser prorrogado por igual período.
Mesmo que a realização do concurso tenha sido em 2016, o que leva à conclusão de validade mínima até 2020, espera-se que um novo edital para o TRE-RS seja lançado em breve, em razão do aumento de demanda que acompanha o crescimento da população.

Por isso, concuseiro, continue atento aos próximos comunicados por parte do TRE – RS, tanto em sites especializados quanto em seu próprio portal. Principalmente por se tratar de tribunal com jurisdição na região mais populosa do país. Vale lembrar que o aumento da demanda pode acelerar o processo de solicitação e realização de um novo certame.

Tendo isso em mente, tire como base o edital anterior (assim como os divulgados nos anos anteriores a 2015) e adiante seu cronograma de estudos para o Concurso TRE – RS 2017/2018! Boa sorte!

Comentários