Conjunções – Classes de palavras

O que é uma conjunção, suas classificações e como uma das dez classes de palavras pode ser cobrada na sua próxima prova de concurso público.

O que é uma conjunção? Trata-se de uma palavra que funciona como elemento de ligação entre duas orações ou, ainda, termos semelhantes de uma mesma oração. A partir daí, estabelece relações que podem ser de coordenação ou subordinação.

Vejamos como elas podem ser verificadas na Gramática:

  • Ligando dois termos: Foi à feira e ao supermercado nesta manhã.
  • Ligando duas orações: Me dediquei muito e passei no concurso.

As conjunções podem ser classificadas conforme sua função na frase mas, não são flexíveis quanto a número e gênero.

Classificação das conjunções

As conjunções podem ser reunidas em dois grandes grupos – conjunções coordenativas e subordinativas. Vamos ver as particularidades de cada um e suas subdivisões.

Conjunções coordenativas

Como o próprio nome já diz, as conjunções coordenativas estão presentes para ligar duas orações independentes que, sozinhas, possuem sentido completo. Dentro desse grupo, podemos encontrar cinco tipos de conjunções.

  • Explicativas: têm o objetivo de exprimir razão, explicação ou motivo de algo. São elas: porque, que, assim, pois (antes do verbo), por conseguinte e porquanto.

Exemplo: Não fui à aula porque estou passando muito mal.

  • Conclusivas: seu papel é expressar um pensamento concluído. São elas: por isso, pois (depois do verbo), assim, por conseguinte, portanto, logo.

Exemplo: Vendi muito neste mês, por isso minha comissão será maior.

  • Alternativas: são colocadas em uma frase para indicar alguma escolha ou alternância. São elas: já já, ou ou, seja seja, quer quer.

Exemplo: Ou Juliana se acalma ou vai acabar perdendo a razão.

  • Adversativas: estão na oração para expressar contraste, compensação ou oposição. São elas: todavia, entretanto, no entanto, porém, mas, contudo.

Exemplo: O Brasil não ganhou a Copa, porém seu time permaneceu unido.

  • Aditivas: transmitem ideia da adição de pensamentos. São elas: nem, e, como também, não só, mas também.

Exemplo: Maria não responde às mensagens nem atende ao telefone.

Conjunções subordinativas

As conjunções subordinativas têm a função de ligar orações dependentes uma da outra para ter sentido completo e, assim, iniciam sempre uma oração subordinada.

Assim, podem introduzir orações substantivas (integrantes) ou adverbiais. Dentro desse grupo, podemos encontrar dez tipos de conjunções.

  • Proporcionais: têm o objetivo de exprimir simultaneidade ou concomitância. São elas: à proporção de, à medida que, quanto melhor, quanto menor, quanto menos, ao passo que.

Exemplo: Quanto menor a criança, em menos brinquedos ela pode entrar.

  • Adverbiais Finais: seu papel é expressar uma finalidade. São elas: para que, a fim de que.

Exemplo: Isabella deu novas notícias para que a tia ficasse tranquila.

  • Adverbiais Consecutivas: são colocadas em uma frase para indicar efeito ou consequência do que está exposto na oração principal. São elas: de forma que, de modo que, que, de maneira que.

Exemplo: O susto foi tão grande que Tatiane saiu correndo.

  • Adverbiais Temporais: estão na oração para expressar ideia de tempo. São elas: antes que, logo que, assim que, quando, sempre que.

Exemplo: Os alunos embarcarão para Cuba assim que o convênio for firmado.

  • Adverbiais Conformativas: indicam concordância entre os fatos, acordo. São elas: como, segundo, conforme.

Exemplo: Ela é tratada conforme o tamanho da fofoca que criou.

  • Adverbiais Condicionais: dão ideia de condição ou hipótese para que determinado fato expresso na oração principal aconteça. São elas: contanto que, caso, desde que, salvo que, a não ser que, desde que.

Exemplo: Se não fizer frio, subirei a montanha novamente.

  • Adverbiais Concessivas: funcionam para expressar um fato contrário ao da oração principal. São elas: posto que, se bem que, mesmo que, ainda que, embora, por melhor que, por mais que, apesar que, posto que.

Exemplo: Ele não nos informou mais detalhes sobre o caminho, ainda nunca tivéssemos ido até lá.

  • Adverbiais Comparativas: são colocadas em uma frase para introduzir ideia de comparação. São elas: como, que, do que.

Exemplo: Aquele caminho é mais rápido do que o escolhido por você.

  • Adverbiais Causais: estão na oração para expressar ideia de causa. São elas: como, porque, que, visto que, pois, uma vez que, já que.

Exemplo: Como peguei muita chuva, fiquei doente e não pude ir à aula.

  • Integrantes: introduzem orações subordinadas que assumem função substantiva. São elas: se, que.

Exemplo: Ele quer que você volte lá mas, não sei se deve confiar.

Locuções conjuntivas

As locuções conjuntivas, nada mais são, que a junção de duas ou mais palavras que, assim, assumem a posição de uma conjunção para ligar orações distintas. Para facilitar o entendimento, listamos a maior parte delas:

  • já que
  • desde que
  • ainda que
  • por mais que
  • sem que
  • até que
  • antes que
  • à medida que
  • à proporção que
  • logo que
  • a fim de que
  • se bem que
  • contanto que
  • visto que
  • dado que
  • posto que

Como cai na prova

Prova: Auditor Fiscal de Tributos I – Geral

Órgão: Prefeitura de São Luís (MA)
Ano: 2018
Banca: FCC

Se toda dama da boa sociedade tem seu “dia” de receber − em 1907, são 178 em Nevers −, a visita à esposa de um figurão supõe uma apresentação prévia.

Considere o acima transcrito e as assertivas que seguem, acerca de elementos da frase.

  1. A conjunção Se introduz um fato comprovado.
  2. A estruturação do período denota que a conjunção Se faz parte de esquema comparativo.

III. É aceitável entender que a conjunção Se anuncia um fato eventual, que, existindo, gerará a consequência citada depois do último travessão.

  1. A expressão boa sociedade e as palavras figurão e dama exemplificam o uso informal da linguagem.
  2. Em a visita à esposa de um figurão, o acento grave sinaliza adequadamente a contração da preposição com um artigo, exatamente como ocorre em “a visita àquela mansão”.

Está correto o que se afirma APENAS em:

  1. I e IV.
  2. III e V.
  3. II e IV.
  4. I e II.
  5. II, III e V
Conjunções – Classes de palavras
4 (80%) 2 votes
Voltar ao topo

Deixe um comentário