Jovem Aprendiz Banco do Brasil: como participar

Os programas do banco tem o intuito de beneficiar jovens de famílias com baixa renda.

Que o mercado de trabalho não é fácil, não é segredo. Assim como todos também sabem que profissionais especializados, e com boa experiência profissional conseguem as melhores oportunidades.

E a experiência profissional pode começar muito antes de graduação, ou curso técnico. Ela pode começar ainda no ensino médio, preparando jovens para se posicionar no mercado.

Essa possibilidade é realizada através do programa Jovem Aprendiz, que permite que jovens de 14 a 22 anos consigam excelentes experiências profissionais, mesmo que jovens.

Jovem Aprendiz Banco do Brasil 2019

Se apenas a possibilidade de aprendizagem ainda na adolescência já é boa, a experiência em um dos maiores bancos nacionais é melhor ainda. Estamos falando dos programas para jovem aprendiz do Banco do Brasil (BB).

Sim, no plural. Isso porque o banco disponibiliza dois programas para jovens. São eles o Programa Aprendiz BB, e o Programa Jovem Aprendiz.

Atualmente, o BB conta com mais de quatro mil aprendizes. E seguindo as diretrizes do banco, todos ou são da rede pública, ou bolsistas em escolas privadas. Isso devido o interesse do banco em contratar jovens de famílias com baixa renda.

Segundo o banco, ambos os programas tem como objetivo a contribuição para “a formação cidadã dos adolescentes e jovens, baseando-se em princípios éticos e solidários”.

Jornada de trabalho

Os aprendizes do BB terão jornada de trabalho de 4 horas diárias para adolescente, sendo 6 horas diárias para jovens. Tendo em vista que o horário precisa ser compatível com as obrigações escolares dos estudantes.

Durante a atuação, os jovens terão quatro dias da semana para atividades práticas do banco, e um dia para atividades teóricas.

A carga horária muda de acordo com a modalidade, sendo então:

  • Programa Aprendiz BB:  553 horas (30%) voltadas para atividades teóricas e 1.288 horas (70%) para práticas do banco. Sendo assim, somando 1.840h de carga horária.
  • Programa Jovem Aprendiz: 828 horas (30%) de atividades teóricas, e 1.932 horas (70%) de práticas do banco. Somando 2.760 h de carga horária.

Além de todo aprendizado, os estudantes também tem direito a uma série de benefícios. Eles também são separados de acordo com a modalidade.

Tendo o Aprendiz BB remuneração de um salário mínimo, enquanto o Jovem Aprendiz tem vencimento de um salário e meio. Sendo que ambos recebem auxílio alimentação de R$ 200,00, além de auxílio transporte e plano de vida.

Inscrições

Os estudantes são contratados por meio de Entidades Sem Fins Lucrativos (ESFL), validades pelo Ministério do Trabalho. Ou seja, a contratação não é direta com o BB. Sendo assim, o vinculo é realizado com as entidades, e não com o banco.

Os interessados devem buscar as entidades parceiras do BB, de cada cidade e estado, e realizar o cadastro. As ESFL parceiras com o banco costumam desenvolver projetos sociais com jovens e adolescentes, já que esse é o foco dos programas oferecidos pelo Banco do Brasil.

Para se candidatar às vagas, os estudantes precisam cumprir alguns requisitos, estes também divididos pelas modalidades. Sendo assim, os requisitos para o Programa Aprendiz BB são:

  • ter entre 15 e 16 anos;
  • renda familiar de até meio salário mínimo per capita;
  • estudar em escola pública, ou ter bolsa em escolas particulares;
  • cursando, no mínimo, o sétimo ano;

Já para o Programa Jovem Aprendiz, os candidatos precisam cumprir as seguintes exigências:

  • ter entre 18 e 22 anos;
  • renda familiar de até um salário mínimo per capita;
  • estar matriculado em escola pública, ou ter bolsa em escola particular;
  • estar cursando, no mínimo, o primeiro ano do ensino médio, e caso tenha concluído não pode ter concluído o nível superior.

Os contratos são realizados com prazo de dois anos, sem possibilidade de renovação.

Jovem Aprendiz Banco do Brasil: como participar
3 (60%) 1 vote
Voltar ao topo

Deixe um comentário