O que é um persona no marketing?

Saiba mais sobre o modelo de público-alvo que é utilizado pelo departamento de marketing de uma empresa para alcançar os clientes reais.

Cada empresa possui um determinado tipo de cliente. Assim, há alguns específicos que funcionam como um tipo de modelo de público-alvo. O persona, então, pode ser definido como um cliente que representa o perfil de todos os outros.

Geralmente, é fictício e utilizado no marketing digital, principalmente no marketing de conteúdos. Dessa forma, ele carrega características que a organização considera ideais.

Portanto, ao criar um persona, a empresa tem a finalidade de conhecer de maneira mais profundada para quem são direcionadas as mensagens feitas pela estratégia de comunicação digital de uma marca.

Assim sendo, os conteúdos relevantes para os clientes, os melhores canais de comunicação, qual o design que se encaixa melhor, dentre outra série de fatores, são definidos a partir do perfil do persona.

Persona e público-alvo: diferença

O público-alvo é descrito de uma maneira mais abrangente. Assim sendo, no momento de desenhá-lo, o marketing reúne aspectos mais genéricos.

Algumas destas características são a faixa etária, a renda, o local em que vive, a ocupação e assim por diante. Enquanto isso, definir um persona exige uma precisão por parte do marketing.

O persona representa de forma real quem é o cliente ideal daquela empresa. Portanto, aspectos como objetivos de vida, desejos, habilidades e limitações, devem ser analisados.

Portanto, a empresa vai conseguir estipular suas estratégias de marketing e promoção a partir da idealização do personagem.

Como um persona é criado?

O departamento de marketing precisa trabalhar com informações precisar para criar o persona. Dessa forma, é necessário utilizar ferramentas que auxiliem no levantamento e na análise de dados.

Suposições, imaginação e palpites não podem servir de base para a criação do protótipo. Assim sendo, o marketing tem algumas técnicas para coletar seus dados. Tais como:

  • Fazer pesquisas através de formulários virtuais;
  • Coletar, de maneira sistematizada, os dados da base de clientes;
  • Realizar entrevistas pessoais com clientes

O último aspecto, a realização de entrevistas, é um dos pontos mais importantes para que o público-alvo seja mais detalhado. Durante a aplicação do método, informações irrelevantes para a campanha precisam ser deixadas de lado.

O intuito é colher dados mais profundos como os objetivos pessoais, as metas profissionais, as dificuldades e as aspirações daquela pessoa.

Análise de dados

Após todas as entrevistas serem realizadas, elas precisam ser comparadas. O objetivo é saber quais são seus pontos em comum. Tais como as reclamações, os sonhos e também os problemas que foram citados mais vezes.

Dessa maneira, depois de analisar o conteúdo, o departamento de marketing irá conseguir criar estratégias específicas para atingir cada cliente. No entanto, a criação de muitos personas podem dificultar o trabalho.

Assim sendo, a empresa tem que focar naqueles que mais se aproximam do público-alvo e, a partir daí, criar estratégias comunicacionais que sejam completas e contemplem o que esses consumidores demandam.

A definição do persona só será efetiva quando as estratégias de marketing voltada para ele for colocada em prática. Apesar de ser feito tendo como base estudos e pesquisas, sua aplicabilidade é o que fato vai definir o perfil daquele cliente.

Portanto, ajustes podem ser feitos na fase de teste para que o público alvo e a marca consigam dialogar bem no processo de comunicação.

O que é um persona no marketing?
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário