Canais de Distribuição

Os canais de distribuição são o conjunto de empresas e indivíduos interligados, garantindo que a mercadoria chegue ao consumidor final.

Os canais de distribuição podem ser explicados como um grande conjunto de empresas e indivíduos que estejam envolvidos até o consumidor final. Dá para definir esse conceito como canal de marketing ou canal comercial.

A distribuição precisa ter uma função logística que dirá respeito a circulação física do produto. Sem esquecer também da outra de marketing, portanto, vai corresponder aos contatos e serviços que irá envolver.

Tudo vai depender da empresa, porque os canais de distribuição podem ser da própria empresa ou envolver terceiros. Mais uma vez, tudo vai depender do caso e é primordial ter atenção em todas essas questões.

Importância do canal de distribuição

A escolha dos canais de distribuição do produto ou serviço é fundamental para o sucesso do negócio. Dessa forma, será parte essencial da estratégia de marketing e vale a pena prestar atenção em todos esses pontos.

É adequado optar pelo canal correto que vai garantir que o produto chegue no cliente certo na hora mais correta. Além disso, a maneira de distribuir terá o impacto no custo do produto e é muito importante ter atenção nisso tudo.

Vale destacar que esse canal de distribuição pode, portanto, auxiliar a formar uma empresa mais competitiva. Sem esquecer também de criar um gargalo que vai impedir o seu crescimento e isso é algo sempre interessante.

Tipos de canais de distribuição

Em primeiro lugar, é preciso mostrar que os canais de distribuição vão precisar ter atenção em várias questões. A Fim de facilitar o entendimento, nada melhor do que ter a oportunidade de conferir tudo a seguir:

  • Direto – A própria empresa vai distribuir o seu produto diretamente até o seu consumidor final. Por exemplo: são as marcas de cosméticas que irão possuir pelas revendedoras que atuem de porta em porta.
  • Indireto – Para fazer com que o seu produto chegue ao consumidor, portanto, a empresa vai utilizar o serviço de intermediários. Por exemplo: quando você compra algo e uma transportadora faz a entrega.
  • Híbrido – Empresa que usa intermediários, porém assume parte do processo de contato com os clientes. Exemplo: empresa que divulga produtos e indica os distribuidores para efetuarem a venda física.

Níveis de canal de distribuição

A quantidade de intermediários envolvidos nesse processo será o que vai definir os níveis do canal de distribuição. Devido a toda essa situação, é necessário citar mais sobre todos os pontos e a seguir você vai ver:

  • Canal de nível 0 – É quando o fabricante irá se relacionar diretamente com o seu consumidor final.
  • Canal de nível 1 – Nesse canal, o fabricante venderá o seu produto para um grande distribuir. A atuação será no mercado de varejo, onde é possível alcançar diretamente o seu consumidor final.
  • Canal de nível 2 – A indústria irá repassar o produto a um distribuidor que venderá exclusivamente para o varejo. Desse modo, o próprio varejo irá efetuar a venda ao consumidor final.
  • Canal de nível 3 – É o canal mais tradicional e vai envolver quatros níveis: distribuidor, representante, varejo e cliente.

Tipos de distribuição

Vão existir três tipos principais de distribuição e vai ser fundamental ter atenção nessas questões essenciais. Nada melhor do que ter a oportunidade de conferir a seguir, confira melhor abaixo:

  • Distribuição exclusiva – O intermediário terá um pacto de exclusividade sobre a venda deste produto. Por exemplo: as concessionárias de veículos.
  • Distribuição seletiva – A empresa tem um número restrito de canais de distribuição e um bom exemplo é uma loja de roupas de grife.
  • Distribuição intensiva – A estratégia vai visar atingir o maior número de consumidores possíveis. Por exemplo: gêneros alimentícios, bebidas e itens de higiene.
Canais de Distribuição
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário