Ciclo de Vida do Produto

Entenda como funciona a trajetória de comercialização de um produto ou um serviço ao longo de sua existência

O caminho que um produto ou serviço faz ao ser comercializado, desde a introdução até sair do mercado, diz respeito ao Ciclo de Vida do Produto (CVP).

O termo se baseia nos projetos de marketing das organizações para que possa ser utilizado. Dessa forma, o conceito ajuda as empresas a calcularem quando e por quanto tempo vão conseguir o retorno daquilo que investiram ao lançar novos produtos.

Portanto, é possível que assim o órgão consiga se organizar e fazer um planejamento que permite a substituição daquele item.

Assim sendo, para que consiga presumir estratégias diferenciadas que envolvam promoção, produção e distribuição, o CVP é dividido em quatro etapas.

 

Ciclo de vida de um produto

Introdução, crescimento, maturidade e declínio são as fases do Ciclo de Vida do Produto. Por isso, o período que vai durar cada etapa depende de qual produto será comercializado e quais itens está movimento o mercado.

Introdução

Quando o produto é lançado no mercado inicia-se a fase de introdução. Assim sendo, essa fase faz com que a organização tenha um trabalho maior para fazer com o público-alvo seja atingido.

No entanto, como o público ainda não conhece o produto, a venda tende a ter um crescimento pequeno nessa etapa inicial.

Portanto, a tendência é que o lucro seja pequeno fase na introdução, em decorrência da soma do crescimento lento das vendas e os alto custo do produto.

Além disso, em alguns casos, a empresa pode não só ter baixa lucratividade, como também registrar prejuízos. Dessa forma, as organizações precisam se planejar de maneira que possa arcar com os valores de promoções dos lançamento.

Crescimento

A partir do momento que o produto se torna conhecido inicia-se a etapa do crescimento. Nessa fase a empresa tem uma crescente nos lucros, que que se dá pelo aumento das vendas.

Por isso, esse período exige uma maior investimento da companhia em distribuição. Isso é necessário para que os gestores consigam acompanhar o aumento da demanda e aproveitá-lo da forma mais estratégica possível.

Nessa etapa o estratégia de marketing precisa fazer um trabalho mais profundo a fim de tornar o produto diferenciado. Esse trabalho é essencial para que o item da empresa se consolide antes da concorrência.

É nessa fase que, geralmente, surgem os primeiros concorrentes do produto, os quais tentam pegar embalo no êxito alcançado no lançamento.

Maturidade

Após as vendas atingirem seu ápice e se estabilizarem significa que o produto atingiu o ponto de maturidade. Isso quer dizer que o crescimento da comercialização será pequeno.

O fato do comércio não crescer se dá porque nesse período há muitos concorrentes procurando formas de chamar a atenção dos clientes. Por isso, a disputa por um pedaço no mercado é mais disputada.

Portanto, para conseguir se diferenciar é importante que a empresa procure formas de estratégicas de ganharem mais espaço que os concorrentes. Lançar novas versões do produto reduzindo seus custos, por exemplo, pode ser um bom plano.

Declínio

O declínio é a última etapa do ciclo de vida de um produto. Essa fase chega quando o item se torna ultrapassado e começa a ser substituído por outros.

Geralmente, essa obsolescência acontece devido aos avanços tecnológicos, ou também pela mudança de gosto do consumidor, por exemplo.

Assim sendo, para que não leve prejuízo, a empresa precisa diminuir sua produção e distribuição ou até mesmo retirá-lo do mercado, como uma forma de prevenção.

Ciclo de Vida do Produto
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário