Ciclo de Vida do Produto

O ciclo de vida do produto corresponde a trajetória de comercialização de um produto ou um mesmo serviço ao longo de sua existência.

Quando você vê qualquer tipo de item no mercado, saiba que existiu um ciclo de vida do produto (CPV). Indo desde a sua introdução e chegando até mesmo a retirada desse mercado, porém corresponde também ao serviço.

O CPV é muito usado como grande base para que os planos de marketing das empresas possam ser utilizados. Já que auxilia as empresas a conseguirem calcular quando e por quanto tempo existirá o retorno do investimento.

Em resumo, é possível conseguir planejar a sua substituição e torna-se essencial aprender como proceder nesse caso. Afim de facilitar tudo, o texto vai ter a proposta de mostrar tudo sobre o ciclo de vida do produto.

O que é o ciclo de vida do produto?

O modelo de ciclo de vida do produto vai possuir quatro tipos de fases e aprender sobre cada uma é preciso. Trata-se da introdução, crescimento, maturidade e do declínio, portanto, é primordial ter atenção em tudo.

Cada etapa vai pressupor algumas estratégias diferentes de promoção, produção e da distribuição. O tempo de duração de cada etapa do ciclo depende do tipo daquele produto que estiver sendo comercializado.

Resta citar que até mesmo no movimento do mercado, porém tudo vai variar de acordo com o segmento. Assim sendo, confira a seguir as 4 fases do ciclo de vida do produto e compreenda como tudo não é nada complicado.

Introdução

A fase de introdução vai corresponder ao lançamento do produto no mercado, portanto, preste atenção nisso. Como o produto ainda é desconhecimento, o crescimento das vendas acaba sendo muito baixo nessa etapa.

Ao mesmo tempo, a fase pode exigir um grande investimento para fazer com que o produto possa atingir o seu público-alvo. Essa combinação de crescimento lento das vendas e do alto custo, faz com o lucro seja baixo.

Certamente a empresa vai precisar estar muito preparada financeiramente para arcar com dois custos. Trata-se da promoção de seu lançamento até que as vendas possam ganhar cada vez mais fôlego com o passar do tempo.

Crescimento

Corresponde diretamente a etapa em que o produto vai tornar-se cada vez mais conhecido. O lucro empresarial é aumentado e o volume de vendas também segue essa tendência, portanto, é preciso investir em distribuição.

Nessa fase vai acontecer uma situação que pode ser ruim e trata-se apenas da concorrência do produto. Além disso, é preciso que o marketing tenha uma estratégia diferenciada e diferenciar-se da concorrência vai ser necessário.

Maturidade

O alcance da maturidade é diretamente ligado a estabilização das vendas após o mercado estar no ápice. Em suma, isso vai acontecer e o crescimento da comercialização, caso exista, acaba sendo bem pequeno.

Resta citar que nessa etapa do ciclo do produto, a disputa por uma fatia do mercado vai ser cada vez mais acirrada. Lembre-se que muitos concorrentes podem estar buscando a atenção do consumidor e isso é algo importante.

A princípio, é preciso traçar estratégias de diferenciação e um bom exemplo é o lançamento de novas versões desse produto em questão. Essas empresas podem apostar em projetos de redução de custos, ganhando na margem.

Declínio

A fase de declínio é a etapa final do ciclo de vida do produto e acontece quando o produto estiver obsoleto. Em resumo, pode ser substituído por outros e é mais do que adequado ter atenção em todas essas questões.

A obsolescência pode vir a ser provocada por algum avanço tecnológico ou pela mudança do consumidor. Quando estiver em declínio, a empresa pode optar pela redução da produção e também da distribuição desse mercado.

Ciclo de Vida do Produto
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário