Diagrama de Ishikawa: causa e efeito

Saiba mais sobre o Diagrama usado como instrumento para encontrar, organizar e discutir as raízes de um problema em uma organização

O Diagrama de Ishikawa é uma ferramenta usada para encontrar, organizar e discutir as raízes de um problema em uma empresa.

A função de um gerente organizacional é resolver problemas que ele pode vir de qualquer setor. Nesse contexto, encontrar maneiras de ter algumas ajuda é interessante e o Diagrama de Ishikawa foi idealizado com esse objetivo.

Também conhecido como diagrama de causa e efeito, ele irá analisar  as raízes dos problemas. Essa possibilidade se dá por meio da relação entre seus efeitos e as possíveis causas que contribuíram para esse resultado.

Outra denominação muito comum é de “Diagrama Espinha de Peixe” que tem o mesmo objetivo de buscar atender as necessidades da organização. Uma vez que foi desenvolvido pelo engenheiro Kaoru Ishikawa, ainda na década de 60.

O método é muito utilizado para que consiga proporcionar desenvolvimento, ao identificar as causas dos problemas. Já que a proposta era conseguir ter mais inovação e uma gestão de qualidade aplicada em setores de produtos.

Como fazer?

O Diagrama de Ishikawa é muito usado nos programas de melhoramento. Isso se dá pelo fato de o método ser estruturado em sessões. Dessa forma, é mais simples de ter uma melhor geração de ideias, já que são realizadas por meio de brainstorming.

Existem muitas categorias para  cobrir a maioria das causas que são bem relevantes. A quantidade pode variar e por isso mesmo são utilizadas 6 classificações e são conhecidas pela metodologia 6M, confira a seguir:

Métodos

Analisa os procedimentos utilizados e os trabalhos realizados.

Matéria-prima

Efetua a inspiração das características dos materiais de qualidade pela equipe e também de fornecimento.

Mão de obra

A análise a aplicação dos métodos pelos trabalhadores é eficiente, podendo ser pelo treinamento.

Máquinas

É realizada uma inspeção no maquinário que é usado por parte da manutenção.

Meio-ambiente

Não é nada complicado de analisar as causas e sempre por parte das características do ambiente de trabalho.

Medidas

As medidas precisam ser tomadas pela gestão, porém as vezes essa pode ser a causa do problema.

Uma vez efetuada a identificação desses problemas, será preciso enfrentar ou mitigar a maioria deles. Portanto, a análise por todas essas categorias que são avaliadas em grupo, precisam fazer com que alguma atitude seja tomada.

Assim sendo, ela precisa  identificar as causas apontadas por cada categorização e para que se observe a ponta do Diagrama de Ishikawa. O método também é conhecido como “cabeça de peixe” e será apresentado o principal problema a ser resolvido.

Exemplo do Diagrama de Ishikawa

Pense em uma empresa de transporte de executivos, que recentemente tem gastado muito mais combustível. Analisando friamente pode ser algum problema mecânico, culpa do motorista ou mesmo do trânsito.

Ao utilizar o Diagrama de Ishikawa dá para perceber a causa do problema e efeito que está causando. No caso do exemplo, fica claro que trata-se do do trânsito, por esse motivo, pode ser interessante pegar um caminho alternativo.

Vantagens principais

As vantagens principais em efetuar essa utilização é a possibilidade de ver de maneira mais nítida as causas e efeitos dos problemas de uma empresa.

Isso vai permitir que sejam apontados de forma mais detalhadas, as causas desse problema. Assim sendo, será exigido da equipe um maior envolvimento para que as soluções sejam aplicadas.

Além disso, o método atua também na prevenção de possíveis problemas. Assim sendo, ao aplicá-lo, o processo pode evitar uma série de outras complicações que poderiam vir a surgir no meio do caminho.

O importante, é que os gestores tenham a consciência de que, ao ser criado, o diagrama precisa ter um visual que seja apresentável e que ao analisá-lo seus aspectos sejam compreendidos com facilidade.

Diagrama de Ishikawa: causa e efeito
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário