Livro Caixa

Um livro caixa é um documento que poderá ser usado para controle financeiro, principalmente nas atividades de uma empresa, não importando o porte.

O que é e para que serve o livro caixa?

Um livro caixa é um documento no qual são registradas as atividades e transações econômicas de uma empresa. Nele, constam, em ordem cronológica, os recebimentos e pagamentos da instituição.

Por meio do livro caixa, é possível fazer o controle financeiro. O documento também auxilia na escrituração contábil, o registro de todos os atos e fatos administrativos da empresa.

Quais empresas devem ter um livro caixa?

As empresas enquadradas no regime tributário Simples Nacional – ou seja, aquelas que têm uma receita bruta anual de R$ 4,8 milhões – são obrigadas a declararam os valores do fluxo de caixa.

Com um livro caixa com os devidos registros de entrada e saída, esses números são facilmente encontrados em um único lugar.

Como criar um livro caixa?

Para ter um livro caixa, você pode optar por um programa de planilhas, como o Microsoft Office Excel, ou caso prefira, comprar um físico.

No caso do físico, não é preciso fazer as tabelas de forma manual. O caderno já é diagramado com as divisões necessárias para a organização e disposição de informações.

Para realizar o controle financeiro de forma eficiente, as seguintes informações precisam estar presentes no livro caixa:

  • Data: com a identificação das datas, é possível organizar os gastos de forma cronológica e deixar o livro caixa mais organizado. A sugestão é fazer o registro diário, para que assim, caso seja necessário, você consiga verificar a movimentação pelo dia;
  • Histórico: aqui, você identifica o fim da transação, ou seja, o porquê ela foi realizada;
  • Entradas: correspondente aos recebimentos que a empresa teve no período, seja em dinheiro ou em débito na conta;
  • Saídas: identificam os valores pagos pela empresa em determinado período, seja em dinheiro ou em crédito na conta;
  • Saldo final: indica a diferença entre as entradas e saídas. É quanto a empresa tem em caixa em um período específico.

Como preencher um livro caixa?

Para facilitar a organização, preencha o livro caixa de forma cronológica. Assim, é possível identificar as transações de acordo com os dias que elas foram realizadas.

Cada operação deve ser anotada em uma linha. Ou seja, mesmo que você faça uma transação de entrada e outra de saída com um único fornecedor, cada uma delas deve ser anotada em uma linha diferente.  

Não devem ser registradas as compras pagas com cheques pré-datados ou vendas à prazo. Ambas as transações devem ser anotadas no dia em que foram efetivadas.

Confira um exemplo de como fazer o registro:

Modelo

Data Histórico Entrada Saída Saldo
01/04/2017 Saldo do mês anterior R$ 2.000,00
02/03/2017 Recebimento da fatura nº 100 de 02/2017 R$ 500 R$ 2.500,00
05/03/2017 Pagamento das contas de consumo R$ 400 R$ 2.100,00
13/03/2017 Combustível para carro da empresa R$ 150 R$ 1.950,00
19/03/2017 Pagamento ao fornecedor de Nota Fiscal nº 0260 R$ 350 R$ 1600,00
26/03/2017 Recebimento da fatura nº 285 de 02/2017 R$ 1.500,00 R$ 3.110,00
Saldo do mês R$ 610,00
Saldo final R$ 3.110,00

OBS: Todo início de mês, é preciso iniciar os registros com o saldo do período anterior.

Veja mais sobre

Livro Caixa
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário