Quais são as 5 Forças de Porter?

A ideia das 5 forças de Porter é definir fatores estratégicos que devem ser utilizados no mercado competitivo pela empresa no seu nicho de atuação.

A ideia das 5 forças de Porter é definir fatores estratégicos que devem ser utilizados no mercado competitivo pela empresa no seu nicho de atuação.

Muitos quando pensam nas 5 forças de Porter acabam pensando em algo extremamente complicado. Só que a realidade é outra e trata-se apenas de definir fatores para se utilizar no mercado pela qual essa empresa atua.

O objetivo é conseguir ter uma visão mais abrangente sobre a concorrência, ou seja, analisar o outro lado. Já que esse posicionamento irá fazer com que dê para ter um posicionamento com as vantagens mais interessantes.

Tudo começou com Michael Porter em 1979, quando ele criou as 5 forças de Porter segundo um estudo. A competitividade é uma tática para as empresas e sem dúvidas essa foi uma grande vantagem sendo aplicada até hoje.

Objetivo principal das 5 forças de Porter

A ideia principal é conseguir usar a ferramenta para que o empreendedor consiga desenvolver futuras estratégias empresariais. O objetivo é apontar os pontos fortes e fracos das atividades, confira o que será analisado:

  • Meio externo, ou seja, as vendas e a atração de clientes;
  • Meio interno, portanto, a prestação de serviços ou mesmo a produção;
  • Conseguindo apontar os pontos fracos e fortes dessas suas atividades.

Vale destacar que no seu modelo, Porter efetuou uma definição de 5 forças principais e que devem ser analisadas. Dessa forma, é a hora de conferir e ainda bem que a seguir vai ser possível conferir melhor tudo:

Rivalidade entre os clientes

É considerada a força principal e vai demonstrar qual é a intensidade presente encontre a concorrência da empresa. Vale destacar que os concorrentes quanto maiores forem, a variação de preços também vai acompanhar isso.

Dessa forma, a necessidade de investir em inovação do produto ou serviço se fará muito mais presente. É adequado que seja perseguido o lucro, porém o problema principal é que vai ser pela quantidade vendida e não pelo preço.

Nessas questões é que vai entrar o poder de barganha com os fornecedores, a isenção fiscal e até mesmo o perfil do cliente. É uma busca constante e vale muito a pena pensar que o sucesso da organização virá desse pensamento.

Produtos ou serviços substitutos

Chega-se ao momento em que é preciso entender a parte das 5 forças de Porter que trata dos produtos ou serviços substitutos. É necessário compreender que irão existir produtos que podem vir a ser substituídos.

Lembre-se que uma grande pressão desses produtos substitutos pode causar uma diminuição dos preços. Ademais, acaba por influenciar diretamente na rentabilidade do empreendimento e é preciso analisar muito bem o mercado.

Poder de negociação dos fornecedores

Em via de regra, os fornecedores vão ter papel essencial para que o empreendimento possa crescer ou não. Já que vai ser a responsável por trazer à tona os insumos, ou seja, as matérias primas ou os serviços.

É de vital relevância para que a empresa possa continuar funcionando, porém é preciso ter capacidade de negociação. A ideia é não ficar dependente e tampouco acabar por sofrer devido aos preços serem muito elevados.

Poder de negociação dos clientes

Os clientes vão sempre procurar por preços mais baixos, porém também gostam de ter uma maior qualidade. A concorrência é benéfica para todos, pois consegue promover um meio termo e é interessante para todos.

Todo o poder de decisão será dado por meio dos níveis da quantidade de clientes que são angariados. Busque pensar que a importância que o produto terá ou mesmo o risco, vai vir desse tipo de análise que foi realizada.

Entrada de novos concorrentes

Por fim, mas não menos importante, as 5 forças de Porter tratam da entrada de novos concorrentes. Já que novos empreendedores são sempre bem-vindos e conseguem uma fatia do que será comercializado.

O que acaba acontecendo no mercado é que as empresas “veteranas” já têm uma tecnologia e os macetes pré-estabelecidos. Esse fato complica a chegada de novas empresas, porque acaba não sendo viável a entrada.

Quais são as 5 Forças de Porter?
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário