Ramp-up

Saiba mais sobre o conceito muito utilizado na indústria automobilística, e que indica a fase inicial da produção, a qual visa a comercialização de um novo item

A etapa inicial da produção industrial, que visa a comercialização de um produto novo é chamada de ramp-up. 

A tradução do termo significa “rampa de produção” e acontece após o final do projeto ou dos testes. Portanto, o ramp-up é realizado após a fabricação dos protótipos e o lote-piloto.

Assim sendo, a fase do ramp-up é definida por um crescimento que acontece de forma gradual no processo de produção.

O método é utilizado mais comumente em manufaturas. Contudo, o conceito pode ser aplicado também em outros formatos de indústrias.

Um exemplo, são as fábricas de minério, as quais passam por etapas de adaptação antes de chegar à produção total.

Ramp-Up: utilização

O início da fabricação comercial vai requerer a adaptação da produção que a empresa um dia veio a ter. No caso dessa manufatura, a organização pode optar por usar uma estrutura que já existe.

Dessa forma, ocorrerá uma substituição da fabricação de outro produto, que pode ser  de forma abrupta ou gradual. Um  exemplo para fazer entender como ramp-up é algo efetivo é pensar no início de uma linha totalmente nova.

Por mais que seja bem feito, contendo tudo que tenha sido estipulado no projeto, será na etapa inicial que serão feitos os últimos ajustes.

Por essa razão, a produção de lançamentos costuma ter início em um ritmo menor e acelera gradativamente. O objetivo é conseguir alcançar a produtividade ideal com a quantidade máxima que estiver disponível.

O mais importante  é entender que é a partir desse crescimento  que o termo ramp-up se origina.

Ramp-Up: quanto tempo leva

De acordo com os especialistas, o tempo que uma indústria gasta para ter a capacidade plena de produção varia de 1 a 6 meses.

Enquanto isso, tempo alvo para que a qualidade e a produtividade possam ser atingidas pode sofrer uma variação de 1 mês a 1 ano.

Dessa forma, o planejamento e a eficiência dos estudos na fase de projeto serão fatores fundamentais para o tempo de ramp-up. O ideal é que o produto chegue a essa fase com o mínimo de ajustes a serem realizados.

Esse aspecto é importante, principalmente pelo fato de que nessa etapa as alterações terão custos maiores. Portanto, esse é o momento de observar que o ciclo de vida dos produtos está cada vez mais curto e, por isso,  é necessário ter uma ter atenção.

Uma vez que a demanda por novidades está tornando os lançamentos cada vez mais ultrapassados, em menos tempo. Desse modo, as empresas terão a necessidade de acelerar a etapa de ramp-up para que seus bens não se tornem obsoletos.

Entretanto, essa aceleração não pode ser feita de forma desvantajosa para a qualidade dos primeiros lotes que foram colocados no mercado.

Já que isso iria fazer com que a reputação do produto fosse afetada. O que, consequentemente, atingiria a credibilidade do órgão e impediria futuros êxitos da organização.

Ramp-up
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário