O que faz um Educador Social?

Profissão é essencial para a ressocialização de pessoas em situação de risco ou vulnerabilidade. Média salarial é de R$ 1.560,76.

O Educador Social é o responsável por intervir nos problemas de pessoas que estejam em situação de risco, vulnerabilidade social ou submetidas a algum tipo de exclusão, utilizando ferramentas pedagógicas para promover a integração social e torná-las ativas.

Sendo assim, ele trabalha com adolescentes infratores, vítimas de abuso, violência ou exploração física e psicológica, população carcerária, moradores de rua, dependentes químicos e pessoas com deficiência, por exemplo. Sua função é dar atenção, defender e proteger todos esses grupos, visando assegurar seus direitos.

Para isto, ele faz o acolhimento dessas pessoas, conversa com elas e as orienta, estabelecendo uma relação para auxiliá-las durante o processo de ressocialização. Ele também pode desenvolver atividades culturais, escolares, esportivas, recreativas, educativas e laborativas, voltadas ao desenvolvimento social.

Para trabalhar como educador social, é preciso possuir características como paciência, empatia, habilidade para se comunicar com as pessoas, comprometimento e identificação com a causa social. Além disso, é necessário ter preparo psicológico para lidar com os casos que encontrará durante o trabalho.

Formação

Em abril de 2019 foi aprovado o projeto de lei que regulamenta a profissão. A partir de então, passou a ser exigido nível superior para ingressar na carreira. Antes, a escolaridade mínima exigida para trabalhar como educador social era nível médio.

Não foi exigida uma formação específica, apenas que é necessário possuir uma graduação. Neste caso, podem atuar como educadores sociais aqueles que se formaram em cursos como Serviço Social, Pedagogia, Educação, Psicologia, Ciências Sociais, Artes Cênicas, entre outros.

Existem cursos tecnólogos e pós-graduação em Educação Social em diversas instituições, inclusive na modalidade à distância. Entretanto, ainda são poucos os cursos ofertados especificamente para esta área.

Atuação

O Educador Social poderá trabalhar em hospitais, escolas, asilos, creches, presídios, Organizações Não Governamentais (ONGs), centros de acolhimento, entre outros. O profissional poderá exercer atividades como:

  • Ministrar oficinas, palestras, aulas e atividades pedagógicas para estimular a participação de crianças e adolescentes
  • Fazer acompanhamento visando o desenvolvimento dos educandos
  • Elaborar planejamento, relatórios e instrumentos avaliativos
  • Conduzir reuniões com familiares da pessoa em situação de risco
  • Realizar orientações e atendimento em grupo
  • Estimular a boa convivência de educandos entre si e com colaboradores, familiares e a comunidade em geral
  • Realizar e sistematizar registros do processo socioeducativo

Quanto ganha um Educador Social?

Segundo o Guia de Profissões e Carreiras do site de empregos Catho, a média salarial para um educador social no Brasil é de R$ 1.560,76.

O que faz um Educador Social?
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário