Preposições – Classes de palavras

Definição, quais são, os tipos e exemplos práticos dessa classe de palavra do tipo invariável cuja principal função é ligar dois termos de uma oração.

O que é uma preposição? A preposição está entre as dez classes de palavras morfológicas cuja principal função é ligar os dois termos de uma oração gerando, assim, a subordinação do segundo termo.

A preposição é uma palavra invariável e o termo da oração que exige o seu emprego é chamado de regente. O outro, então, é denominado regido. Por vezes, a preposição pode ligar duas orações assumindo, então, o papel de conjunção.

Sendo assim, é importante considerar que o termo regente pode, então, ser um nome ou verbo. A partir daí, entram as regras de regências verbal e nominal.

Tipos de preposição

Existem sete tipos de preposições conforme a função que assumem na frase. São eles:

  • Preposição de lugar: Exemplo: O rapaz veio de Minas Gerais.
  • Preposição de finalidade: Exemplo: O transporte veio para levar os alunos.
  • Preposição de modo: Exemplo: Os estudantes eram dispostos em filas.
  • Preposição de instrumento: Exemplo: A moça cortou o dedo com a faca.
  • Preposição de tempo: Exemplo: Maria viveu nos Estados Unidos por dez anos.
  • Preposição de causa: Exemplo: Os rios começaram a baixar o nível com a falta de chuvas.
  • Preposição de distância: Exemplo: O ônibus passa a cinco quadras daqui.

Classificação das preposições

Além dos tipos de acordo com seu papel em uma oração, as preposições recebem duas classificações, sendo elas:

  • Preposições Acidentais: compostas por palavras pertencentes a outras classes gramaticais que, em determinada frase, assumem o papel de preposição. Exemplos: visto, segundo, salvo, menos, mediante, exceto, durante, consoante, conforme, como e afora.
  • Preposições Essenciais: estas são, apenas, preposições. Exemplos: trás, sobre, sob, sem, por, perante, per, para, entre, em, desde, de, contra, com, até, após, ante, a.

Contração, combinação e crase

No estudo das preposições, é importante notar que elas, nem sempre, aparecem sozinhas em uma frase. Muitas vezes, esse tipo de palavra vem combinado com outras nas chamadas contrações, combinações, reduções e crase. Vejamos a aplicação de cada uma.

Contração: acontece quando, juntando uma preposição com outra palavra, há perda fonética. Exemplos:

nisso (em+isso)
neste (em+este)
no (em+o)
desta (de+esta)
dum (de+um)
do (de+o)

Combinação: quando a junção das duas palavras não acarreta perda fonética. Exemplos:

aonde (a+onde)
aos (a+os)
ao (a+o)

Crase: fusão das vogais idênticas a + a nas seguintes situações:

à: preposição a + artigo a
àquilo: preposição a + primeira vogal do pronome aquilo

Redução: formações que originam palavras átonas que não devem ser acentuadas nos seguintes casos:

Para + a: Vá direto pra casa e não passe na casa do amigo!
Para + o: Nem pense em ir pro lago depois da aula!

Emprego das preposições

No emprego das preposições, cabem cinco situações distintas, a saber:

Combinação e contração

Crase

Não contrair a preposição de com o artigo que encabeça o sujeito do verbo (Está na hora de o gado ser solto)

A preposição a pode indicar relação de proximidade (Rogério sentou-se à sombra da mangueira)

As preposições podem assumir diferentes valores semânticos.

  • Era uma turma de 30 (quantidade)
  • Falava para se justificar (finalidade)
  • Veio de longe (lugar)
  • Ele vem de São Paulo. (origem)
  • Bruna veio de carro. (meio)
  • Jorge foi embora com a namorada. (companhia)
  • Luana graduou-se em Letras (especialidade)
  • Helena faleceu de câncer (causa)
  • Os alunos falavam de política. (assunto)
  • O carro de Andreia está no lavajato. (posse)
  • Leila comprou uma bota de couro (material)
  • Hoje em dia, é difícil viver sem celular (ausência ou falta)
  • Sentia-se à vontade com ele (modo)
  • Dia após dia, ela faz a mesma coisa no trabalho. (tempo)
  • O governador cortou a faixa com uma tesoura. (instrumento)
  • Os juízes votaram contra a libertação do acusado (oposição)
  • Comprei uma blusa pelo valor de cinquenta reais. (valor)
  • Tomou uma taça de champagne. (conteúdo)

O que é uma locução prepositiva?

A locução prepositiva, nada mais é, que a união de duas palavras formando, então, o valor de uma preposição. Exemplos:

abaixo de, através de, acima de, por causa de, a fim de, perto de, além de, a par de, até a, defronte de, depois de, à volta com, ao invés de, em via de, ao lado de, à custa de, em que pese a.

Preposições – Classes de palavras
Avalie
Voltar ao topo




Deixe um comentário