Processo Seletivo Ministério Público – MT (Estágio)

Ministério Público do Estado do Mato Grosso (MPMT) abre processo seletivo com 126 vagas de estágio para estudantes de nível superior.

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MP-MT) anunciou a abertura de um novo processo seletivo. O edital n.º 01/2019 visa promover o credenciamento de 126 estagiários de nível superior, além da composição de cadastro de reserva.

Para participar, o candidato deverá estar cursando a partir do 3º ano do curso de Direito (ou 5º semestre). Do total de vagas ofertadas, 10% são reservadas para pessoas com deficiência.


Os aprovados serão remunerados com bolsa no valor de R$ 826,35, acrescida de Seguro Contra Acidentes Pessoais e auxílio-transporte (R$ 177,07). A jornada será de 25 horas por semana.

As inscrições serão aceitas entre os dias 19 a 23 de fevereiro de 2019, exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico do Ministério Público: www.mpmt.mp.br. Não haverá cobrança da taxa de inscrição.

A seleção dos candidatos será feita por meio de prova objetiva. A aplicação está programada para o dia 31 de março de 2019, em todas as comarcas indicadas no Anexo I do edital.

Comece a estudar: Apostila preparatória para o Processo Seletivo MP MT 2019

O resultado final da seleção será divulgado no site do Ministério Público de Mato Grosso no link https://mpmt.mp.br/secao/500, e publicada a respectiva por meio de extrato na Imprensa Oficial do Estado.

A duração do estágio será fixada em período não superior a dois anos, exceto quando se tratar de estagiário portador de necessidades especiais.

O edital completo com mais informações sobre o Processo Seletivo Ministério Público – MT – 2019 (Estágio) está disponível no seguinte link: https://goo.gl/zFJ72N

RESUMO - Processo Seletivo Ministério Público – MT (Estágio)
Orgão MP/MT - Ministério Público do Estado do Mato Grosso
Quantidade de Vagas 126
Cadastro Reserva Sim
Nível de Escolaridade
Início das inscrições 19/02/2019
Término das inscrições 23/02/2019
Cargo
Localidade
Voltar ao topo

Deixe um comentário