Petrobrás anuncia o fim dos grandes concursos públicos

Diretor de RH da empresa afirma que certames serão apenas pontuais. Outra mudança é relativa ao fim dos Programas de Demissão Voluntária.

O diretor de Recursos Humanos da Petrobrás, Hugo Repsold, trouxe notícias nada agradáveis para os concurseiros nesta terça-feira (24). Durante o evento OTC 2017, Repsold afirmou o fim dos grandes concursos realizados para provimento de vagas na Petrobrás. Além disso, ele também anunciou mudanças nos planos de demissão advindas da Reforma Trabalhista.

A petrolífera planeja, agora, a realização de pequenos concursos, ofertando pequeno quantitativo de vagas que supram carências devidas a aposentadorias. Ou seja, os grandes certames que disponibilizam 2.000 vagas darão lugar àqueles mais pontuais, com oferta de 50 ou 100 oportunidades.

Isso porque, de acordo com nota enviada à Revista InfoMoney, a empresa estar com “a força de trabalho adequada e não considera realizar (…) grandes processos seletivos públicos. A companhia conta com planejamento para realizar ajustes e concursos na medida em que precisar”.

Outra mudança anunciada pelo Repsold diz respeito às questões trabalhistas. Em razão da Reforma que entra em vigor no dia 11 de novembro, a Petrobrás extingue os Planos de Demissão Voluntária (PDV’s), responsáveis pela dispensa de 16.000 empregados da empresa nos últimos três anos.

Com isso, passará a vigorar o sistema de demissão consensual, no qual o funcionário recebe 20% da multa referente ao FGTS, podendo sacar 80% do saldo. No entanto, não terá direito ao pedido de seguro-desemprego. O plano da empresa, segundo o diretor de RH, é fazer acordos diretamente com os trabalhadores.

Voltar ao topo

Deixe um comentário