Nubank abre escritório no México e inicia internacionalização

A fintech dá início ao seu processo de internacionalização com novo escritório no México. A vice-presidente da empresa afirma que as condições mexicanas são ideais.

O Nubank inaugurou seu primeiro escritório internacional essa semana. Situado no México, essa nova medida dá início a um processo de expansão internacional que pode se estender para outros países com o decorrer do tempo. Assim, o escritório mexicano inicia suas operações com 20 profissionais e com a intenção de emitir os primeiros cartões internacionais no segundo semestre.

A expansão internacional da marca “Nu” se inicia após cerca de seis anos do seu surgimento no Brasil. O Nubank se popularizou entre os brasileiros devido a sua facilidade em relação a burocracias e seus cartões sem taxa de anuidade. Atualmente, a fintech possui cerca de 8,5 milhões de clientes.

Condições mexicanas são ideais

De acordo com a vice-presidente de operações do Nubank, Cristina Junqueira, o movimento de internacionalização se iniciou no México devido as condições semelhantes com o Brasil. Assim como em território brasileiro, o México possui um alto número de cidadãos desbancarizados e um amplo acesso a internet móvel.

Além disso, o país também possui um setor bancário extremamente concentrado. Dessa forma, dados demonstras que mais de 80% dos ativos financeiros mexicanos estão concentrados em apenas cinco instituições, situação semelhante a do Brasil.

Segundo Cristina, as famílias mexicanas possuem maior facilidade de adesão aos cartões de crédito para suprir os gastos, fato que aumenta as oportunidades necessárias para a fintech.

A empresária ainda afirma que outra facilidade é a aprovação da regulamentação do funcionamento de fintechs no país, o que gera um ambiente semelhante ao de quando o Nubank começou a atuar no mercado financeiro brasileiro.

Desse modo, os valores gastos para o início das operações do Nubank no México não foram divulgados. Porém, é de conhecimento público que os gastos foram menores que os gastos realizados no Brasil para o início do banco digital.

Além disso, o Nubank também esclareceu que não utilizará recursos dos 180 milhões de dólares recebidos pelo Nubank da empresa de internet Tencent, efetuado em outubro do ano passado.

Confira: Insatisfeitos com bancos tradicionais, clientes recorrem ao cartão Nubank.

Crescimento do Nubank

A fintech brasileiro surgiu há pouco mais de cinco anos. Nesse curto período, o Nubank já recebeu mais de 400 milhões de dólares em investimentos de diversas empresas mundiais. Entre elas, estão investidores como a Tiger Global Management, Tencent, Kaszek Ventures e Sequoia Capital.

Dessa forma, mesmo com o início do processo de internacionalização, a vice-presidente assegura que o principal foco do Nubank continuará sendo a ampliação dos serviços oferecidos no Brasil.
Juntamente com a expansão de clientes e serviços, a empresa também cresce no seu número de funcionários. Atualmente, a fintech conta com cerca de 1,5 mil funcionários para a execução de suas operações.

Uma das últimas inovações lançadas pelo Nubank foi o início de contas de pagamentos, a NuConta. Além disso, a fintech também deu início ao processo de oferta de crédito pessoal no país, serviço que deve ser lançado em larga escala para todos os clientes em poucos meses.

Voltar ao topo

Deixe um comentário