Caixa lança “Caixa Sim” e corta juros em principais linhas de crédito

A queda é de cerca de 40% na linha de crédito, que incluem cheque especial, capital de giro e empréstimos pessoais.

A Caixa Econômica Federal anunciou na última quarta-feira (31), uma redução nas taxas de juros de suas principais linhas de crédito, sendo elas, o cheque especial, capital de giro e empréstimos pessoais.

A intenção é oferecer linhas de crédito mais vantajosas aos clientes, de modo que atendam suas necessidades de forma prática e satisfatória.

Além disso, o banco disponibilizará um novo serviço, seu pacote de produtos chamado “Caixa Sim” com taxas interessantes e vantajosas para os clientes.

Com as mudanças, o cheque especial para pessoas físicas passa a ter suas taxas reduzidas de 13,45% ao mês para 9,99% ao mês. Já para pessoas jurídicas, a redução imediata no cheque especial é de 33%, caindo de 14,95% ao mês também para 9,99% ao mês.

Esses valores podem ser reduzidos ainda mais, caso os clientes optarem pelo “Caixa Sim”. A redução na taxa alcançará 33% para 8,99% ao mês, no caso de cheque especial para famílias. Já para empresas, a redução passará a ser 8,99% ao mês, valor que anteriormente era de 40%.

O crédito pessoal também passará por mudanças. Suas taxas cobradas serão reduzidas em até 21%. Desse modo, o valor cobrado de 4,99% passará a ser 2,29% ao mês. A quantia dessas taxas serão determinados a partir do perfil do cliente.

Outro ponto positivo para seus clientes foi a isenção da anuidade no cartão de crédito para pessoas físicas. Afinal, é uma maneira de se posicionar no mercado bancário em meio a competição com os bancos digitais.

Pessoas jurídicas terão a vantagem de não ter anuidade no primeiro ano no cartão de crédito.

As empresas também serão beneficiadas. As taxas de capital de giro nas operações com aval de sócios (a partir de 1,69% ao mês) passará por uma redução de 11% à frente de uma diminuição de 13% nas de capital de giro com aval de sócios bem como imóvel ou aplicação financeira (a partir de 0,99% ao mês ou 0,95% ao mês, respectivamente).

Veja também: CAIXA vai lançar aplicativo para pessoas de baixa renda 

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário