Trabalhadores que quiserem aderir ao ‘saque-aniversário’ do FGTS devem comunicar à Caixa

O saque estará disponível apenas a partir de abril de 2020, entretanto, o prazo para comunicar a adesão vai somente até 31 de dezembro deste ano.

Os trabalhadores interessados em aderir ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já podem informar sua decisão para a Caixa Econômica Federal. O saque estará disponível apenas a partir de abril de 2020, entretanto, o prazo para comunicar a adesão vai somente até 31 de dezembro deste ano.

O saque-aniversário é uma nova modalidade de retirada de recursos do Fundo de Garantia, na qual o trabalhador poderá sacar anualmente uma parte do saldo de sua conta do FGTS, no mês do seu aniversário. Neste caso, o trabalhador poderá obter um percentual do valor total disponível em conta, além de uma parcela adicional.

Os valores variam de 5% a 50% do saldo do FGTS, dependendo do valor disponível na conta vinculada. Já os valores da parcela adicional serão de R$ 50,00 a R$ 2.900,00, também de acordo com o saldo disponível no Fundo de Garantia. Confira:

Tabela de saque anual do FGTS
Fonte: Caixa Econômica Federal

Para aderir ao saque-aniversário, é necessário comunicar a Caixa por meio do site da instituição ou pelo aplicativo FGTS. Nesses canais, também é possível simular o valor a ser recebido.

É importante ressaltar que saque-aniversário e saque-imediato não são a mesma coisa. “Não há interferência nem ligação. Fazer o saque-imediato não é aderir ao saque-aniversário”, reforça o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Paulo Angelo.

Entretanto, ao aderir ao saque-aniversário, o trabalhador não poderá sacar o valor total de sua conta do FGTS em caso de demissão sem justa causa. As demais modalidades de saque, incluindo o da multa rescisória de 40%, serão mantidas.

Ou seja, mesmo optando pelo saque-aniversário, será possível utilizar o FGTS para adquirir a casa própria ou em casos de doenças graves, aposentadoria e demais situações previstas pela lei.

Calendário do saque-aniversário

Como esta é a primeira vez que o saque-aniversário será ofertado, o período de saques, que terá início em abril de 2020, seguirá até fevereiro de 2021. O calendário foi estabelecido da seguinte forma:

Fonte: Caixa Econômica Federal

Contudo, a partir de 2021, o saque estará disponível, de fato, no mês de aniversário do trabalhador, que deverá informar se prefere que valor seja disponibilizado no 1º ou no 10º dia do mês em questão.

Voltar ao topo

Deixe um comentário