Concurso para policial do Senado: Edital sai em breve com salário de R$ 19.573,46

Serão 24 vagas com exigência de ensino médio completo. Confira as exigências para ocupar o cargo, as etapas de avaliação e como foi o último concurso.

O concurso Senado Federal é um dos mais esperados para 2020. O certame tem edital previsto com 40 vagas para o mês junho. Destas, 24 serão para o cargo de policial legislativo que tem salário inicial de R$ 19.573,46 e exige ensino médio completo.

Em razão da progressão na carreira os ganhos podem aumentar para R$ 22.153,26, de acordo com valores que estão em vigor desde janeiro de 2018. Outra vantagem é que para ocupar o cargo não há exigência de altura mínima ou proibições quanto a tatuagens, por exemplo.

Porém, ademais da escolaridade, é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo na categoria “B”. Em relação a jornada de trabalho, há duas possibilidades. Na primeira, os policiais podem trabalhar em escala de 24×72. Ou seja, o profissional trabalha por 24 horas ininterruptas e folga por 72 horas.

Já a segunda opção oferece escala de  12×36, no entanto, neste caso é necessário seguir uma regra específica. O policial trabalha nos dias pares em uma semana e ímpares na outra, levando em conta os feriados. O expediente é de 7 horas corridas.

Provas para policial legislativo – Senado Federal

Como o edital do próximo concurso ainda não foi publicado, os interessados na seleção podem se preparar por meio do regulamento do último processo que aconteceu em 2012. Na época, foram abertas 25 vagas para o cargo. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi a responsável pelas etapas.

Os candidatos foram classificados por meio de prova objetiva e discursiva, sendo que o conteúdo programático do exame objetivo versou sobre as seguintes disciplinas:

Conhecimentos Específicos: Direito Constitucional, Regimento Interno do Senado Federal, Regimento Comum, Direito Administrativo, Apreciação de Matérias em Regime de Urgência, Atribuições Privativas, Ética profissional e Princípios Gerais do Processo Legislativo.

Como foi a prova discursiva?

Para a avaliação discursiva, os candidatos tiveram que fazer uma redação com no mínimo 25 linhas e máximo de 30. O tema da prova aborda conhecimentos do cargo, dessa forma podem ser cobradas matérias do conteúdo programático.

Além de prova objetiva de múltipla escolha e a discursiva também houve outras etapas de avaliação, foram elas:

  • Prova de aptidão física
  • Avaliação psicológica
  • Investigação Social Documental
  • Curso de Formação

O que faz a polícia legislativa?

Ela é responsável por evitar a prática de delitos nas dependências do Congresso Nacional e por cuidar da segurança interna nos prédios da Casa.

Para mais informações, acesse:

Veja também: Concurso Exército 2020: Editais deverão ser abertos entre maio e julho

Voltar ao topo

Deixe um comentário