scorecardresearch ghost pixel

Como contratar o empréstimo Caixa sem consulta ao SPC/Serasa usando o FGTS?

Com opção de empréstimo utilizando o FGTS como garantia, a Caixa Econômica oferece taxas de juros mais baixas e contratação rápida e simples.

Precisando de dinheiro rápido, seja para reforma ou ampliação de um imóvel ou até mesmo quitar uma dívida há muito atrasada? Com a opção de crédito consignado da Caixa, o dinheiro sai de forma ágil e descomplicada.

Utilizando o saldo do FGTS como garantia de um empréstimo na estatal, o consumidor pagará taxas de juros mais baixas que as disponíveis no mercado, além de ser ver livre das dispendiosas análises burocráticas de crédito, como SPC/Serasa.

Empréstimo Caixa utilizando o FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço ou simplesmente FGTS é o benefício pago aos trabalhadores que atuam sob o regime de carteira assinada. Mensalmente, 8% do salário pago ao empregado é depositado em uma conta vinculado ao fundo, administrado pela Caixa Econômica Federal.

Desde setembro de 2018, após autorização do Governo Federal, parte do saldo disponível na conta pode ser utilizado como garantia em financiamentos e empréstimos, assim como na modalidade dos consignados, em que há descontos diretos no contracheque do trabalhador.

Assim como em empréstimos que utilizam imóveis e veículos como garantia, nessa modalidade, o saldo da conta do FGTS será a peça de troca para concessão do crédito.

Nesse caso, o valor depositado ficará na conta do trabalhador até que sejam quitadas as parcelas previstas em contrato. No entanto, se houver inadimplência, a quantia será abatida e descontada do fundo pelo banco.

Requisitos para a solicitação

A contratação leva em consideração os seguintes critérios:

  • Ser funcionário de uma empresa privada sob o regime de carteira assinada;
  • Receber o salário por uma conta corrente Caixa;
  • No contrato de trabalho deve constar a duração de no mínimo 1 ano;
  • O saldo do solicitante deve ser compatível com o disponível em conta no momento do pedido;
  • É necessário que a empresa tenha um convênio com a Caixa.

Como funciona o empréstimo Caixa pelo FGTS?

Com taxas de juros variáveis, o consumidor pode pagar em até 48 vezes o valor emprestado, ou seja, até em 4 anos. O empréstimo com garantia do FGTS conta com uso de 10% do saldo nas contas e de 40% da multa nos casos de demissão sem justa causa.

Nesse casos, o valor das porcentagens somadas equivalem a metade do que o trabalhador possuir em conta (10% + 40%= 50%).

A solicitação e contratação do empréstimo pode ser realizada pelo Internet Banking do banco, site Caixa (na opção de créditos e financiamentos), em qualquer terminal de autoatendimento ou de forma presencial em alguma agência Caixa. Não correntistas que desejam adesão ao produto precisam abrir uma conta para solicitar.

Leia ainda: Empréstimo para MEI: Até R$ 20 mil sem cobrar juros


Voltar ao topo

Deixe um comentário