PIS/Pasep 2020: Caixa e BB vão pagar mais para quem sacar a partir de fevereiro

Abono salarial será reajustado no valor máximo de R$ 1.045. Veja o calendário para saque por trabalhadores de empresas privadas e servidores públicos.

Com novo aumento do salário a partir de 1º de fevereiro, o abono PIS/Pasep 2020 será reajustado e terá valor máximo de R$ 1.045 (para quem trabalhou os 12 meses de 2018) e não mais R$ 1.039 como em janeiro. Portanto, quem sacar os recursos no próximo mês recebe mais da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil (BB).

Lembrando que o PIS é destinado para trabalhadores da iniciativa privada e pago pela Caixa, sendo que lotes são disponibilizados de acordo com mês de aniversário. Já os servidores públicos recebem o Pasep que é pago pelo BB e segue calendário de dígito final no benefício.

Calendário do PIS

As datas para saque seguem o mês de aniversário do trabalhador. Os próximos a receber são os nascidos em março, abril, maio e junho;

  • Julho: 25/07/2019
  • Agosto: 15/08/2019
  • Setembro: 19/09/2019
  • Outubro: 17/10/2019
  • Novembro: 14/11/2019
  • Dezembro: 12/12/2019
  • Janeiro e Fevereiro: 16/01/2020
  • Março e Abril: 13/02/2020
  • Maio e Junho: 19/03/2020

Calendário do Pasep

O pagamento do Pasep é liberado conforme o dígito final que os servidores públicos têm no benefício. Os próximos pagamentos são para dígito final 6,7, 8 e 9:

  • Dígito Final 0: 25/07/2019
  • Dígito Final 1: 15/08/2019
  • Dígito Final 2: 19/09/2019
  • Dígito Final 3: 17/10/2019
  • Dígito Final 4: 14/11/2019
  • Dígito Final 5: 16/01/2020
  • Dígito Final 6 e 7: 13/02/2020
  • Dígito Final 8 e 9: 19/03/2020

Regras para receber o PIS/Pasep

O abono salarial está sendo pago proporcionalmente ao tempo trabalhado em 2018 com carteira assinada, visto que a quantia máxima a ser paga, destinada para quem exerceu atividade remunerada pelos 12 meses do ano, é igual ao valor do piso salarial.

O mínimo que se deve ter trabalhado em 2018 para poder sacar o PIS/Pasep é 30 dias, neste caso o trabalhador recebe proporcionalmente a esse tempo que exerceu atividade remunerada com carteira assinada.

Outro requisito para receber o abono salarial é ter ganho, em média, dois salários mínimos por mês; deve estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, ainda é preciso que a empresa tenha informado os dados corretamente no sistema RAIS do governo.

Veja também: Descubra como receber até R$ 1.700 de saldo retroativo do PIS/Pasep!

Voltar ao topo

Deixe um comentário