Bancos aumentam benefícios para clientes durante crise. Confira

Vantagens incluem o alongamento no prazo de dívidas, parcelamento de linhas de crédito, redução nas taxas de juros e mais.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, muitas instituições financeiras do país têm adotado medidas de amenização dos impactos da crise na vida dos brasileiros. Os benefícios são oferecidos tanto para quem é Pessoa Física (PF) quanto para quem é dono de negócio, ou seja, Pessoa Jurídica (PJ).

Confira a seguir algumas das oportunidades.

Pessoa Física

Banco do Brasil

  • Carência de 60 a 180 dias para pagamento das primeiras parcelas de novos contratos de crédito, além de prazo de até 72 meses para quitar a dívida pela modalidade de crédito automático e 96 no crédito salário.
  • Passou a incluir a covid-19 na cobertura de mortes dos seguros de vida  e prestamista, sem alteração nos custos aos clientes. Houve ainda a opão de “pular parcelas” em produtos do seu portfólio durante o período de crise da pandemia.
  • Têm feito os pagamentos do auxílio emergencial aos beneficiários do Cadastro Único (CadÚnico) com conta ativa na instituição;
  • Disponibiliza o saque ao abono salarial Pasep aos servidores públicos do calendário 2019/2020 e o pagamento de aposentadorias e pensões de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
  • Oferece atendimento exclusivo para idosos, além de priorizar os serviços essenciais ao público de maior risco.

Itaú 

  • Prorrogação no pagamento de parcelas em até 120 dias aos clientes adimplentes;
  • Extensão nos prazos de contratos de empréstimos em até seis anos;
  • Prorrogação dos contratos das linhas de crédito da instituição, como empréstimo pessoal, crédito imobiliário, cartão de crédito e financiamento de veículo (válido apenas para quem estiver em dia com as prestações).

Santander 

  • Adiamento das parcelas pelo site do banco.
  • Faturas com vencimento a partir do dia 15 de abril poderão ser divididas em até 24 vezes, carência de 60 dias e redução de 50% nas taxas de parcelamento. 
  • Prorrogação de dívidas de financiamentos de veículos.
  • Desconto de 40% no pagamento do seguro de vida para profissionais da saúde.
  • Desconto de 12% em compras on-line em farmácias pelo programa Esfera, além de oferece o dobro de pontos nas operações.
  • Aumento automático de 10% do limite do cartão de crédito para cliente adimplentes.

Bradesco 

  • Prorrogação de parcelas vencidas, desde que estas não ultrapassem o período de 59 dias de vencimento. 
  • Prorrogação do de parcelas dos empréstimos em até 60 dias. Entram na lista o crédito parcelado, crédito pessoal sem garantia (com exceção das antecipações e crédito universitário), microcrédito produtivo orientado, parcelamento do cheque especial e reorganização financeira.

Para Empresas (Pessoa Jurídica)

Banco do Brasil

  • Oferta de recursos em linhas de crédito, sobretudo para capital de giro,  para micro e pequenas empresas no total de R$ 4,82 bilhões nos últimos 30 dias.
  • Carência de até 90 dias para início dos pagamentos de operações da mesma modalidade.
  • Oferta em linhas de crédito para o capital de giro de médias e grandes empresas, totalizando recursos de R$ 21,62 bilhões. 

Itaú

  • Prorrogação em até 180 dias de parcelas de financiamentos e empréstimos para donos de pequenas e médias empresas (PMEs);
  • Alongamento no prazo e carência em empréstimos para capital de giro de pequenas e médias empresas.
  • Contratos de empréstimos foram estendidos para até 5 anos para PMEs, além de redução no valor das parcelas mensais;
  • Oferta de crédito adicional para empresas, com taxas reduzidas e maior flexibilização para os pagamentos.

Santander

  • Prorrogação do vencimento das parcelas de crédito pessoal. No caso de MPE, o alongamento no pagamento é feita automaticamente.
  • Oferta de linha de crédito para donos de pequenos negócios que tiveram que fechar as portas em razão da necessidade de isolamento. As taxas de juros chegam a 1% ao  mês.
  • Parcelamento da fatura do cartão de crédito em até 24 vezes, redução de 50% na taxa de parcelamento e carência de até dois meses para o pagamento da primeira parcela.
  • Oferta de capital de giro com três meses de carência.
  • Aumento no limite do cartão de crédito em até 10%.
  • MEIs ficam isentos da cobrança da tarifa de serviços e de outras operações, como TED e DOC por até dois meses.
  • Assinatura gratuita durante três meses de uma plataforma para vendas on-line. Depois desse período, a mensalidade e de R$ 14,90 ao mês.

Bradesco

  • Prorrogação em até 60 dias no pagamento das parcelas de empréstimos das linhas Capital de Giro, Giro Fácil ou empresarial, reorganização financeira, entre outros. Válido apenas para quem está em dia com os vencimentos ou com atraso de no máximo 59 dias. 

Para mais informações e adesão aos benefícios, basta consultar as respectivas páginas das instituições.

Leia ainda: Bancos oferecem linhas de crédito vantajosas para pequenas empresas durante crise

Voltar ao topo

Deixe um comentário