Receita paga hoje 1° lote de restituição do Imposto de Renda; Veja quem recebe

O pagamento é liberado na conta bancária informada pelo contribuinte no momento da declaração. Valor é é corrigido pela taxa Selic.

Nesta sexta-feira,29, a Receita Federal paga o 1° lote de restituições do Imposto de Renda 2020. O pagamento é liberado na conta bancária informada pelo contribuinte no momento da declaração. Mesmo com a calendário de declaração estendido até 30 de junho, as datas de restituição não mudaram.

Nessa primeira remessa recebem as pessoas que possui prioridade legal, ou seja, idosos acima de 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos, e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Como saber se a restituição foi liberada?

Basta acessar o site da Receita Federal ou entrar em contato com o órgão pelo Receitafone, no número 146. Também é possível verificar pelo aplicativo Pessoa Física que pode ser baixado do seu celular no sistema Android ou iOS.

O valor da restituição do IR é corrigido pela taxa Selic (taxa básica de juros),porém, depois de cair na conta não é mais atualizado. O contribuinte tem até um ano para resgatar o dinheiro no banco.

Depois desse prazo, o saque somente é possível via Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Restituição não caiu, o que faço?

Se não tiver recebido a restituição do IR em um dos lotes, entre em contato com uma agência do Banco do Brasil ou ligue na Central de Atendimento do banco pelos números:

  • 4004-0001 (capitais)
  • 0800-729-0001 (demais localidades)
  • 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos)

Serão cinco lotes de restituição, veja as datas

Em 2020, a Receita antecipou o início da restituição e reduziu o número de lotes de pagamento, serão somente cinco nas seguintes datas indicadas abaixo:

  • 1º lote: 29 de maio
  • 2º lote: 30 de junho
  • 3º lote: 31 de julho
  • 4º lote: 31 de agosto
  • 5º lote: 30 de setembro

Veja também: O que mudou no Imposto de Renda 2020? Veja as novidades!

Voltar ao topo

Deixe um comentário