Caixa libera novos lotes da 1ª, 2ª e 3ª parcelas do Auxílio Emergencial; Veja quem recebe

Hoje grupos diferentes recebem os R$ 600 do Auxílio Emergencial liberado na primeira, segunda e terceira parcelas. Prazo se cadastrar já está acabando!

Nesta segunda-feira, 29, a Caixa Econômica Federal paga lotes da primeira, segunda e terceira parcelas do Auxílio Emergencial. De acordo com o banco, o desde o início do pagamento do benefício, R$ 90,8 bilhões já foram pagos para 64,1 milhões de beneficiários.

Hoje grupos diferentes recebem os R$ 600, são eles:

Terceira parcela

Recebem os beneficiários do Bolsa Família que tem final 9 no Número de Identificação Social (NIS). O dinheiro também está disponível para os finais de NIS de 1 a 8 que tiveram o benefício liberado em datas anteriores. Os beneficiários do Bolsa Família podem sacar em espécie o auxílio.

Também podem resgatar a terceira parcela quem recebeu a segunda entre os dias 20 e 26 de maio.

Segunda parcela

Recebe o segundo lote de aprovados para a segunda parcela, aqueles que receberam a primeira parcela do auxílio entre 16 e 29 de maio. Por enquanto o dinheiro é liberado somente na poupança social digital

Primeira parcela

Já as pessoas que se cadastraram entre 27 de maio e 16 de junho e tiveram o auxílio aprovado recebem a primeira parcela do benefício. Esses beneficiários fazem parte do quarto lote de aprovados. Para estes também, por agora o recurso é liberado apenas na poupança social digital.

Prazo para se inscrever no Auxílio Emergencial está acabando

Quem precisa do Auxílio Emergencial para se sustentar durante a pandemia, e ainda não pediu o benefício deve se apressar pois o prazo para cadastro vai até dia 2 de julho, depois desta data a Caixa não vai mais receber solicitações.

Para pedir o benefício é necessário que o cidadão seja maior de 18 anos, ou mãe com menos de 18, e se encaixe nos seguintes requisitos:

Estar desempregado ou exercer atividade na condição de:

  • Trabalhador Informal;
  • Microempreendedor Individual (MEI);
  • Contribuinte individual da Previdência Social.

Qual é o limite de renda para receber?

Além das condições citadas acima, para ter direito ao auxílio emergencial é preciso que a renda mensal por pessoa da família não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou a renda familiar total deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Veja também: Auxílio de R$ 600: Alguns beneficiários não vão receber a 3ª parcela; Veja quem são!

Voltar ao topo

Deixe um comentário