Auxílio de R$ 600 e saque emergencial do FGTS: Confira os pagamentos da semana

Saiba quem vai receber os depósitos ou vai poder sacar os benefícios na última semana de agosto.

Nesta semana, serão liberados novos lotes de pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 e do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. Os depósitos são realizados na poupança social da Caixa Econômica Federal.

Na segunda-feira, foram realizados os pagamentos do saque emergencial para os trabalhadores nascidos no mês de agosto. Tem direito a receber todos aqueles que possuem saldo em contas ativas (do emprego atual) e inativas (dos empregos anteriores) do FGTS.

Já o auxílio emergencial será liberado para dois grupos nesta semana. Dependendo do lote, serão pagos os valores referentes à primeira, segunda, terceira ou quarta parcela.

Na quarta-feira, 26, serão realizados os depósitos em conta para os beneficiários nascidos em dezembro. Vale lembrar que o dinheiro será creditado na poupança, mas ainda não poderá ser retirado. Esse grupo só poderá realizar o saque a partir de 17 de setembro.

Aqueles que nasceram em julho, por sua vez, poderão efetuar o saque em espécie ou transferir o valor para outras contas a partir desta quarta-feira, dia 27.

Durante toda essa semana, haverá ainda o pagamento do auxílio de R$ 600 para os beneficiários do Bolsa Família. Serão contemplados aqueles cujo Número de Identificação Social (NIS) possui final de 5 a 9.

Pagamento dos benefícios emergenciais

Tanto o auxílio emergencial quanto o saque do FGTS na modalidade emergencial são depositados diretamente na poupança social da Caixa. Entretanto, no primeiro momento, o valor só poderá ser movimentado digitalmente, pelo aplicativo Caixa Tem.

Desta forma, será possível apenas efetuar o pagamento de boletos online, ou fazer compras utilizando o cartão de débito virtual gerado no app ou por meio do QR Code.

Somente algumas semanas, e em alguns casos até meses depois, o beneficiário poderá fazer a retirada do valor em espécie, ou transferi-lo para outra conta bancária de sua preferência.

Já para os beneficiários do Bolsa Família que estão recebendo auxílio emergencial, os pagamentos são realizados da mesma forma que o benefício regular.

Leia também: Bolsonaro confirma prorrogação do auxílio emergencial até dezembro

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário