Banco Central escolhe cor da nota de R$ 200

Previstas para entrarem em circulação no final deste mês, as novas cédulas serão estampadas pelo lobo-guará. 400 milhões de notas deverão ser impressas.

De acordo com a assessoria de comunicação da Casa da Moeda, instituição responsável pela emissão do Real, as novas notas de R$ 200 devem ser cinza. As opções apresentadas pelo Banco Central já estão em fase final de testes. Caso o modelo seja aprovado, a cédula ainda ganhará detalhes amarronzados.

O Banco Central já havia anunciado que as novas notas de R$ 200 teriam a ilustração do lobo-guará, e só faltava a definição da cor para começar a impressão. As cédulas estão previstas para entrarem em circulação no final de agosto. Estima-se que cerca de 400 milhões de notas deverão ser impressas após a aprovação.

“Hoje, estamos trabalhando com as áreas de produção e suporte em trabalho remoto, teletrabalho e presencial. Com todos os protocolos de saúde e segurança. Cerca de 30% a 45% (dos funcionários) da Casa estão trabalhando presencialmente e o pessoal da produção está fazendo hora extra nos finais de semana. Todos motivados em cumprir um papel importante para o país”, informou a assessoria da Casa da Moeda.

A ideia de ser criar uma nova cédula veio em resposta à demanda da população por mais meios circulantes, como a diretora de Administração do Banco Central, Carolina Barros, já havia informado. A decisão acontece depois do governo gastar 437 milhões de reais, em um mês, para a impressão de 100 bilhões de reais em dinheiro físico.

Leia também: Auxílio de R$ 600 pode se estender até dezembro com lucro do Banco Central

Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário