Concurso Ministério da Economia: Sai edital com 350 vagas e salário de R$ 8.300

Seleção vai aprovar candidatos com conhecimento em informática e computação; veja como se inscrever.

O Ministério da Economia liberou na manhã desta sexta-feira, 21, um novo edital de concurso público, na oferta de 350 vagas temporárias. O documento, que foi publicado no Diário Oficial da União, contém informações relacionadas aos cargos, período de inscrição, data das provas e mais.

Podem participar candidatos que possuem nível superior em cursos de Informática ou Computação, ou então graduação em qualquer área, mas que tenham realizado pós-graduação também em Informática e/ou Computação. Além disso, é necessário apresentar experiência profissional acima de cinco anos ou título de mestrado e doutorado na área.

Cargos concurso Ministério da Economia

A distribuição das vagas são para cargos relacionados às atividades técnicas e de complexidade gerencial do órgão. Confira:

  • Especialista em gestão de projetos (50 vagas);
  • Especialista em infraestrutura de Tecnologia da Informação-TI (50 vagas);
  • Especialista em ciência de dados (50 vagas);
  • Especialista em segurança da informação e proteção de dados (50 vagas);
  • Especialista em análise de processos de negócios (50 vagas);
  • Especialista em experiência do usuário (50 vagas); e
  • Especialista em desenvolvimento de software (50 vagas).

A duração dos contratos será de quatro anos. Os aprovados na seleção terão ganhos mensais de R$ 8.300,00, no cumprimento de 40 horas semanais de trabalho.

Inscrições

Interessados em participar do concurso Ministério da Economia poderão se inscrever a partir desta sexta-feira, 21, pelo site do Cebraspe, banca organizadora. O prazo para envio das candidaturas se encerrará às 18h do dia 02 de setembro.

Os candidatos deverão desembolsar uma quantia de R$ 60,00 referente à taxa de inscrição. Inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) ou doadores de medula óssea poderão solicitar a isenção dessa cobrança também pelo site do organizador e enquanto durar o período das inscrições.

Provas em outubro

A seleção avaliará os candidatos por meio de provas objetivas e de títulos. A previsão é de que o primeiro exame aconteça no dia 11 de outubro. Os horários e locais serão disponibilizados até o dia 30 de setembro.

A prova será composta de 120 questões, sendo 70 questões de Conhecimentos Específicos e 50 de Conhecimentos Gerais de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Raciocínio Lógico. Todas no modelo Certo ou Errado.

Aqueles que atingirem nota igual ou superior a dez pontos na parte de Conhecimentos Ferais, 21 pontos na parte Específica e 36 pontos no geral, serão aprovado para a fase de análise de títulos.

As provas acontecerão nas cidades de Belém (PA), Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE), São Paulo (SP) e em Brasília (DF). No caso do exame biopsicossocial, destinado às pessoas com deficiência (PcD), os exames acontecerão somente em Brasília.

De acordo com o edital, o concurso Ministério da Economia terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por outros dois.

Para mais detalhes e informações, acesse: Edital concurso Ministério da Economia 2020

Leia ainda: Concurso Marinha: Sai edital com vagas de nível técnico e salário de R$ 3.825

Voltar ao topo

Deixe um comentário