MEI: Caixa libera microcrédito de até R$ 21 mil a juros de 1,99% ao mês; Veja como solicitar

Modalidade tem como objetivo auxiliar o crescimento de pequenos negócios, seja na compra de equipamentos, matéria prima ou em reformas no estabelecimento.

Microempreendedores Individuais (MEIs) podem conseguir aprovação em uma linha de crédito com limite entre R$ 300 e R$ 21 mil pela Caixa Econômica Federal. A nova modalidade recebeu o nome de Microcrédito Produtivo Orientado, que tem como objetivo auxiliar o crescimento de pequenos negócios.

O dinheiro pode ser usado na compra de equipamentos, matéria prima, em reformas no estabelecimento, ou para qualquer outro serviço relacionado ao ramo do empreendimento. A taxa de juro é de 1,99% ao mês, com parcelamento de 4 até 24 vezes, sem período de carência.

Quem pode solicitar?

Para ter acesso a linha de crédito, o empreendedor deve atender aos seguintes requisitos: ter renda ou faturamento de no máximo R$ 200 mil por ano; ser maior de 18 anos; não estar com o nome negativado; ter recebido orientação negocial ou financeira; e ter conta na Caixa.

Taxas cobradas no microcrédito da Caixa

  • Taxa de juros de 1,99% ao mês;
  • Sem tarifa IOF, ou seja, alíquota 0%;
  • Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) de 3%.

Como contratar o empréstimo

Para solicitar o Microcrédito Produtivo Orientado, o interessado deve acessar o Portal do Empreendedor. Em seguida, basta informar a atividade exercida na lista de ocupações e formalizar a empresa. Por fim, será necessário ir à uma das agências Caixa para apresentar os seguintes documentos:

  • Documentos pessoais do MEI;
  • Comprovante de endereço residencial do MEI;
  • Certificado de Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI) e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial.

Vale ressaltar que o MEI também pode contratar o empréstimo pelo canal digital Caixa Sim ou pelo telefone 0800 726 0101. No momento da contratação, será necessário preencher a Ficha de Cadastro de MEI para conseguir finalizar o pedido.

Leia ainda: Caixa aumenta para 35% limite do empréstimo consignado do INSS

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário